BRT muda vida do santa-cruzense e o comércio desconfia

economia comercio estação brt sta cruz formatada

A Avenida Felipe Cardoso é o termômetro da satisfação e do alto astral da população de Santa Cruz após a inauguração do sistema BRT. Nela reina absoluta a Estação Santa Cruz, livre da influência nefasta de um número exagerado de caminhões, ônibus e Vans que despejavam e recolhiam sem critérios, milhares de pessoas em um trecho curto e apertado. As calçadas ganharam espaço para um público que parece ter ganhado tranquilidade, educação, senso crítico e outros predicados próprios de quem está de bem com a vida.

Agora o público parece que está se olhando num espelho e se sente observado com facilidade, daí a preocupação em não fazer feio.

Os comerciantes ainda estão preocupados com o menor número de pessoas nas calçadas e achando que perderam clientes, mas não é verdade. Com os novos itinerários das linhas de ônibus tradicionais e das vans do transporte alternativo, a população também mudou seu itinerário, se dividiu.

Ao contrário, Santa Cruz ganhou um público novo que não conhecia ou visitava pouco o bairro. Ele vem para conhecer e/ou conferir o sistema BRT. Chegam da Barra da Tijuca, Recreio, Bangu e Campo Grande.

Em breve eles estarão reorganizados e os comerciantes também. A Avenida Felipe Cardoso tende a ser a toda poderosa, point das melhores ofertas de produtos e serviços com tecnologia, inovação. Quem não conseguir se atualizar não vai resistir às propostas e se mudarão para as ruas secundárias que exigirão menos sofisticação.

Comentários

comentários

Deixe um Comentário