Fazenda dos Viegas espera por projetos

Localizada em Senador Camará, a mil metros da Avenida Santa Cruz, a Fazenda dos Viegas agoniza mas não morre. A mesma já teve parte da sua área invadida por comunitários, já abrigou a sub-prefeitura da Zona Oeste e hoje aguarda por projetos que lhe permita cumprir seu único papel possível: resgatar e preservar a cultura negra na cidade do Rio de Janeiro.

O líder comunitário Cesar Barros esta gerindo a fazenda e anunciou que recebeu proposta de parceria para desenvolver um projeto que resgataria e preservaria a culinária escrava.Os recursos viriam de programas culturais da secretaria municipal, estadual e do governo federal, a fundo perdido. As cosinheiras da região comentaram: ” Seria muito bom se pudessemos ser capacitadas para a cosinha negra, garantiríamos nossa renda e serviríamos a cultura do país” sonharam. Segundo as mesmas parte das instalações da fazenda abrigariam um restaurante escola.  Mais tarde outros projetos identificados com a cultura negra poderiam ser integrados e capacitar os classes de trabalhadores.

Comentários

comentários

Deixe um Comentário