Bicicletários tem uso ampliado na Zona Oeste

Cid serviços bicicletario

A SuperVia já disponibiliza os bicicletários para o uso do público em geral. A medida visa atender aos pedidos de moradores que não utilizam os trens, mas que gostariam de utilizar o serviço oferecido pela concessionária nas estações Bangu, Realengo e Santa Cruz. A guarda de bicicletas custa R$ 1 para quem não é passageiro dos trens e gratuita para quem utiliza o sistema ferroviário.

Os bicicletários oferecem mais de 1 mil vagas. Além de oficina para que os ciclistas façam pequenos reparos, bombas de ar para calibragem de pneus e bebedouros.

A iniciativa faz parte dos programas da Secretaria de Transportes e da SuperVia que incentivam o uso da bicicleta como meio de transporte sustentável, seguro e econômico: Rio – Estado da Bicicleta e O Trem Passa na Sua Porta.

Nos espaços, as bicicletas são guardadas em ganchos na vertical. Há ainda vagas na horizontal adaptadas para portadores de necessidades especiais. Todas as unidades contam também com bebedouros, bombas de ar para calibrar pneus e oficina para reparos com custo abaixo do mercado.

Para utilizar o bicicletário, os interessados deverão comparecer com a bicicleta, cópia do comprovante de residência, identidade e CPF para realizar um cadastro gratuito. Nos dias úteis, o atendimento é feito das 10h às 15h e, nos fins de semana e feriados, conforme a operação dos trens.

Foto: André Gomes de Melo

Comentários

comentários

Deixe um Comentário