Transporte público na Zona Oeste continua confuso

Uma praça tradicional e um chafariz no centro de Campo Grande darão lugar a mais uma estação do BRT

Mais uma estação do BRT está sendo construída na Avenida Cesário de Melo, a 300 metros de outra, na Estrada do Monteiro, em Campo Grande.

Os moradores da Zona Oeste, em particular os de Campo Grande, Guaratiba e Santa Cruz, estão curiosos com o grande número de estações construídas. Em certos momentos distam apenas alguns metros uma das outras. Segundo eles, com tantas paradas o sistema deixará de ser rápido como anunciado.

O Brt é um sistema de transporte alternativo concebido para aqueles motoristas que sofrem no dia a dia dos engarrafamentos urbanos da hora do rush. A estratégia é deixar o carro na garagem e usar um sistema de transpores coletivo com hora certa para passar, rápido, seguro e confortável. Nesse caso a tarifa é especial e custa em média R$ 7,00, acessível ao público alvo.

Acontece que ele virou bandeira de campanha e foi oferecido por R$ 2.75 ao cidadão comum como alternativa aos ônibus velhos, sem hora marcada e superlotados, que serviam ao público da rota Santa Cruz x Barra da Tijuca.

O resultado não poderia ser diferente: as pistas construídas as pressas para atender ao calendário eleitoral já apresentaram vários tipos de problemas que prometem se multiplicar; o número de ônibus não é suficiente e começa a andar superlotados e os que fazem a integração são os mesmos velhos e reformados, sem conforto nem conservação.

A pergunta que não quer calar é a seguinte: até quando o prefeito vai bancar o custo dessa passagem a R$ 2.75? E o sistema de transporte público da cidade como um todo, quando será resolvido? Na Zona Oeste o que se vê por todo o lado são linhas de ônibus que não cumprem os horários pré- estabelecidos deixando os passageiros a pé e ônibus circulando sem cigarras, freios e com pneus carecas. As linhas 786 – Campo Grande x Marechal Hermes; 689 – Méier x Campo Grande; Campo Grande x Rio da Prata (Lameirão); Bangu x Catiri; Bangu x Jardim Bangu, dentre outras, se destacam nesse cenário.

{flike}

 

{loadmodule Modfacebook}

Comentários

comentários

Deixe um Comentário