Tradicional Quadrilha do Sampaio vem a Santa Cruz e Campo Grande sábado e domingo

 Neste final de semana, a quadrilha se apresentará na Zona Oeste: sábado, dia 15, na Paróquia de Santa Terezinha, em Santa Cruz, às 22h; e domingo, no West Shopping, em Campo Grande, às 17h. Grátis.

 

São 57 anos de uma história de amor e alegria reverenciando o folclore brasileiro dos quatro cantos do Brasil. A Quadrilha do Sampaio é o grupo de quadrilha de roça mais antigo e tradicional em atividade e em 2013 vem com o tema “Brincantes, uma ode à Cultura Popular”, que vai homenagear todos aqueles que levam poesia, música, dança e teatro às ruas, praças e espaços públicos em geral, disseminando o conhecimento dos nossos folguedos.

A quadrilha, que esbanja animação, figurinos coloridos, elementos cênicos folclóricos, passos característicos e exclusivos, e cenários apropriados, prepara surpresas, como adianta Marcio Perrotta, presidente, marcador e filho da fundadora da quadrilha: “Resgatamos marchinhas juninas antigas dos menestréis populares do nordeste e repaginamos, para que o público tenha uma explosão de alegria e entenda o verdadeiro significado da palavra brincante. O resultado é uma declaração de amor a todos que mantém acesa a chama da cultura popular brasileira nas ruas, nas estradas empoeiradas, nas praças”.

cultura quadrilha sampaio chapeus

Situada no bairro do Engenho Novo, próximo ao Méier, Zona Norte do Rio, o grupo começa a se preparar logo após o carnaval. São cerca de três meses de ensaio e confecção de figurinos e cenários. Uma curiosidade é que a quadrilha ensaia até hoje no mesmo local da sua fundação: a Igreja Nossa Senhora da Conceição, no mesmo bairro. Vencedora de todos os prêmios juninos já criados no Estado, no ano do seu cinquentenário ganhou o título de “hors concours”, pelo então prefeito da Cidade, César Maia, parando de competir com as demais quadrilhas e passando a só se apresentar como convidada especial nos concursos e eventos juninos, locais onde possui muito prestígio e admiração.

As apresentações, que duram cerca de 30 minutos e compreendem os finais de semana de junho, julho e até meados de agosto, são recheadas de surpresas. Numa verdadeira viagem de Norte a Sul do Brasil, surgem a todo o momento adereços coloridos que encantam pela originalidade e movimentos. Uma festa para os olhos de plateias de todas as idades e classes sociais. São aproximadamente 20 casais de jovens dançarinos sob o comando de Marcio Perrotta, príncipe herdeiro da fundadora e rainha dos festejos juninos, a saudosa Dona Carmem Perrotta, espalhando beleza, arte e folclore pelo Brasil.

Currículo e um pouquinho de história…

Fundada em 24 de junho de 1956 por Carmem Perrotta, no bairro do Sampaio, a Quadrilha do Sampaio conquistou a cidade e se firmou como um símbolo do folclore e orgulho carioca. Campeã absoluta de todos os concursos oficiais do Rio de Janeiro desde 1970, a Quadrilha do Sampaio hoje é referência folclórica de nosso estado. Glórias de concursos à parte, em 1993 foi selecionada pela Prefeitura para representar o Brasil nos festejos em homenagem a Nossa Senhora de Fátima, em Portugal.

Em 2001 foi escolhida entre todos os segmentos folclóricos, pela Secretaria Estadual de Cultura para representar o folclore fluminense em Porto Alegre (RS), no “I BRASIL EM DANÇA”. E também abriu o show de Gilberto Gil na enseada de Botafogo para uma plateia de mais de 30 mil pessoas.

A energia da Quadrilha do Sampaio e de sua saudosa marcadora está registrada em três faixas do CD “BAHIÃO” de Moraes Moreira, que se rendeu aos encantos da quadrilha e registrou a participação no clip da música “Nordeste Cosmopolita”, gravado na feira de São Cristóvão, em janeiro de 2001.

Além disso, foi a primeira quadrilha a se apresentar em shoppings. E fez parte da mostra de ARTE POPULAR NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO realizada na CASA FRANÇA BRASIL, que reuniu a nata do folclore fluminense em agosto de 2002. Em 2003, foi a vez de Elba Ramalho, nos dois shows realizados na Marina da Glória, contar com a presença da Quadrilha do Sampaio abrindo o espetáculo. Um casal da quadrilha ilustra a contracapa e o encarte do CD do FORROÇACANA, lançado em 2004.

  Constantemente o grupo é requisitado para programas televisivos, documentários e comerciais. Carlinhos de Jesus e seus bailarinos de elite aprenderam a dançar quadrilha em cinco aulas ministradas por Marcio Perrotta. No desfile campeão da Mangueira em 2002, com o enredo sobre o nordeste, foi a Quadrilha do Sampaio que desfilou no inédito carro alegórico “O maior São João do Mundo”, fazendo um arraial em plena Sapucaí.

Em 2011 foi convidada para dançar no São João Carioca realizado na Quinta da Boa Vista, para um público de mais de 50 mil pessoas. E ano passado, em 2012, abriu a noite do Concurso Nacional de Quadrilhas Juninas, realizado em Minas Gerais.

{flike}

Comentários

comentários