Vem aí a Festa Literária da Zona Oeste

O evento é fruto do trabalho realizado pelo Centro Cultural a História que eu Conto e seus idealizadores

A FLIZO – Festa Literária da Zona Oeste é um ousado e ambicioso Projeto que vem agregando produtores culturais, artistas, gestores de projetos e, principalmente, escritores da Região.

Há três meses encontros quinzenais vêm revelando a face oculta da cidade que insiste em não ver o que acontece e dá vida aos bairros periféricos que ficam no outro extremo. Para os organizadores da FLIZO a visão é outra e revertendo o ponto de vista, o Bairro de Santa Cruz é o primeiro da Cidade do Rio de Janeiro.

Mais de 70 escritores mapeados, companhias de teatro, artistas plásticos, orquestras, músicas, danças, o que têm em comum? São referências reconhecidas em sua maioria, premiadas nacional e internacionalmente. Sim, estamos falando da Zona Oeste que o Rio não ver.

A Pré FLIZO realizará Works shops de produção literária para crianças, adolescentes e terceira idade. O público será alunos de escolas públicas da região e seus respectivos responsáveis, parentes próximos ou moradores das adjacências dos locais de realização.

O Circuito FLIZO levará dois autores e uma atração artística (música, dança ou teatro) além de uma exposição de fotos ou quadros a 16 escolas e 8 universidades de 9 bairros, sendo eles:

Santa Cruz, Sepetiba, Pedra de Guaratiba, Campo Grande, Senador Camará, Bangu, Realengo, Jacarepaguá e Barra da Tijuca. Os únicos locais que não são escolas ou universidades, mas com grande relevância e conquista dos organizadores são a Cidade das Artes na Barra da Tijuca e a Escola Sesc Nacional em Jacarepaguá.

Idealizada pelo Cientista Social e também escritor, Binho Cultura, a FLIZO vem causando grande expectativa dentro e fora do território onde será realizada. A meta é dar visibilidade à produção artística da região, estimular o contra fluxo cultural e reivindicar investimentos públicos e privados.

A Festa Literária da Zona Oeste homenageará o autor José Mauro Vasconcelos, nascido em Bangu, mesmo local do cenário do livro Meu Pé de Laranja Lima.

Pré FLIZO

Acontecerá em Setembro com oficinas de Produção de Textos nas escolas do Circuito com alunos, professores e moradores dos bairros. Das oficinas serão reunidos os textos para serem feitas as antologias da FLIZO Mirim (Crianças e Adolescentes) e da FLIZO Sênior (Idosos).

Eventos principais

30 de setembro – Abertura no Espaço Ser Cidadão (Santa Cruz)

05 de outubro – Programação especial na Cidade das Artes (Barra da Tijuca)

31 de outubro – Mesas sobre a Economia do Livro, com empresários do ramo (Bangu)

01 de outubro – Encerramento Escritores consagrados e escritores lançados na FLIZO

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}