Empresários da Zona Oeste estão de olho nas oportunidades dos Jogos Olímpicos

O empresário campo-grandense Tiago Paiva, sócio da Rio All Chipp Comércio de Informática Ltda, se fez representar no evento

Micro e pequenos empresários da Zona Oeste participaram do lançamento do Portal de Suprimentos, lançado no mês passado, na sede da Rio 2016, centro do Rio de Janeiro.

 O Sebrae através do projeto SEBRAE no Pódio está trabalhando para que as micro e pequenas empresas possam aproveitar as perspectivas de negócios dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, identificando oportunidades e oferecendo capacitações e consultorias, metas estabelecidas no projeto.

Na oportunidade os presentes puderam conhecer, com antecedência, serviços e equipamentos requisitados para o mundial de 2016 – que vão desde computadores, passando por roupas de cama até materiais esportivos – e as exigências para se tornar fornecedor.

O empresário campo-grandense Tiago Paiva, sócio da Rio All Chipp Comércio de Informática Ltda, se fez representar no evento e elogiou a iniciativa do Sebrae de antecipar as oportunidades e as regras do jogo.  “A atenção se justifica pelo que foi lembrado aqui, representamos 99% das empresas brasileiras, 25% do Produto Interno Bruto (PIB) e somos responsáveis por 75% dos empregos diretos, contamos com o Sebrae para nos mostrar o caminho”, comentou Tiago acrescentando que vai procurar o Sebrae no Pódio para participar.

Dentro do orçamento da Rio 2016, estima-se que aproximadamente R$ 3 bilhões serão destinados às compras de materiais e serviços, sendo que 80% desse valor deverá ser gasto em 2014 e 2015. Entre as demandas já antecipadas, estão mais de um milhão de itens que incluem, por exemplo, 24 mil bolas de tênis, 40 mil camas e 12 mil computadores, além de especialistas em logística e fornecedores de grandes equipamentos.

Dos itens que podem ser atendidos por pequenos negócios, o SEBRAE no Rio de Janeiro, que gerencia o projeto em todo o Brasil, já identificou cerca de 90, o que representa em torno de R$ 300 milhões do total. A expectativa é que durante o processo sejam qualificados cerca de dois mil empreendimentos em todo o país.

No portal, além das ofertas de negócios, também estão disponíveis os guias e manuais que reúnem os requerimentos estabelecidos pelo Comitê Organizador nas diferentes áreas. A sustentabilidade e transparência nos processos de gestão foram destacados pelo diretor de Suprimentos da Rio 2016, Fernando Cotrim. “Estamos nos antecipando porque queremos projetar uma imagem diferenciada do Brasil, como um país que tem responsabilidade de gestão”.

“O SEBRAE já trabalha com temas como sustentabilidade e eficiência energética e estamos comprometidos em cumprir as metas. Em 2016, não vamos apenas comemorar as medalhas do esporte, mas também as medalhas de nossa imagem. Os pequenos negócios não estarão em todos os vagões desse trem, mas faremos o possível para ocupar o máximo de lugares”, reforçou Barretto.