Secretaria lança edital para selecionar pontos de cultura na cidade e privilegia a Zona Oeste

A Secretaria Municipal de Cultura lança nesta terça-feira (17/09) o primeiro edital para seleção de pontos de cultura no Rio. O aviso oficial integra o Programa Cultura Viva – Cultura, Educação e Cidadania, criado pelo Ministério da Cultura para reconhecer iniciativas já desenvolvidas pela sociedade civil e fomentar a diversidade cultural brasileira a partir dos princípios do protagonismo social, da autonomia e do empoderamento. O edital estará disponível no site da secretaria (http://www.rio.rj.gov.br/web/smc) até o dia 31 de outubro. 

 As entidades reconhecidas como Pontos de Cultura recebem o total de R$ 180 mil, divididos em três parcelas de R$ 60 mil, uma a cada ano. A utilização dos recursos potencializa as ações dos projetos selecionados. Entre os gastos, parte deve se converter à aquisição de equipamentos multimídia.

 Podem se tornar Pontos de Cultura pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos (como associações, sindicatos, cooperativas e fundações privadas, entre outros) sediadas e/ou com filial no Município do Rio de Janeiro. Todos os proponentes devem comprovar existência e atuação na área cultural há no mínimo três anos.

 Com o objetivo de descentralizar o Cultura Viva no município, o edital prevê que 30, dos 50 Pontos selecionados desenvolvam atividades nas Áreas de Planejamento 3, 4 e 5 (zonas Norte e Oeste da cidade). Tal medida está fundamentada em estudos de georreferenciamento do Instituto Pereira Passos (IPP).

 As entidades selecionadas firmarão convênio com a Secretaria Municipal de Cultura e se comprometerão a apresentar relatórios anuais de atividades e prestações de contas. Todas elas irão compor a Rede Carioca de Pontos de Cultura, um sistema de gestão compartilhada entre Estado e sociedade. 

{loadposition folhadaterra-oisicao10}{jcomments on}

 

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário