Moradores de Campo Grande fizeram manifestação em frente ao Fórum do Rio

Na Zona Oeste, de Deodoro a Santa Cruz, em particular Campo Grande, milhares de condomínios, imóveis comerciais e residenciais estão sendo vítimas da ação arrecadatória da CEDAE.

A Asconzo – Associação de Defesa dos Consumidores da Zona oeste organizou na tarde do dia (08), sexta feira, em frente ao Fórum do Rio de Janeiro, uma manifestação contra a cobrança indevida da taxa de esgoto pela Cedae, uma vez que ela não presta o serviço em Campo Grande.

Dezenas de associados e simpatizantes procuraram chamar a atenção da mídia e da população do Estado do Rio de Janeiro para a decisão do tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, baseado na decisão de um juiz que trancou a pauta, inviabilizando a possibilidade de a matéria ser discutida no Superior Tribunal de Justiça (STF).

Os manifestantes programaram para os próximos dias outra manifestação, desta feita em frente à casa do Ministro Benedito Gonçalves. 

Os advogados estão orientando a todos que ainda não entraram com o pedido de indenização contra a Cedae que o façam. “Apesar da CEDAE sustentar o direito da cobrança das tarifas de esgoto, alegando que a mesma deve ser proporcional ao consumo de água, já que toda a água que entra no imóvel deve ser eliminada pelo esgoto, seus argumentos não observam a Constituição Federal de 1988”, concluem.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}