Turismo ecológico inicia o debate na Zona Oeste

A Zona Oeste ocupa aproximadamente 50% do território da Cidade do Rio de Janeiro. O grande potencial turístico da região mostra a importância dela para o futuro da cidade, considerando que a situação se repete em outros setores.

Os distritos industriais de Campo Grande, Palmares e Santa Cruz dão a dimensão do potencial do turismo de negócios. A movimentação de executivos nacionais e internacionais nessa região justificam investimentos em aeroportos e hotéis, entre outros setores da cadeia produtiva.

As praias do Grumari, Barra de Guaratiba, Restinga da Marambaia, Pedra de Guaratiba e Sepetiba mostra uma parcela significativa do potencial turismo de lazer na região.

O turismo Histórico está marcado pela história de Dom Pedro II em suas andanças por Santa Cruz, onde costumava se hospedar. As fazendas de então abrigam marcos da escravidão.

O Turismo cultural é representado principalmente pela Fundação Burle Marx e pela Capela Santa Magdalena, entre outras fontes.

Neste primeiro momento vamos detalhar o potencial turismo ecológico existente na região e pedir a sua opinião sobre o que deveria ser feito pelas autoridades públicas e/ou privadas para revitalizar esse importante setor e criar oportunidades de negócios e bem estar social.

Nas montanhas da região podemos explorar o banho de cachoeira, os passeio pelas trilhas, o conhecimento da fauna e flora e o exercício de esportes radicais.

Conheça o roteiro: 

Travessia Serra do Mendanha (Rio Guandu do Sapê)

Localização: Campo Grande (Mendanha)

Meio de transporte: Ônibus 850 (Campo Grande – Mendanha / Via Serrinha), ônibus 830 (Campo Grande – Pedregoso / Via Serrinha)

Vias de acesso: Estrada do Mendanha; Estrada Abílio Bastos; Caminho da Represa do Mendanha.

Atrativos naturais: Trilhas; piscinas naturais; cachoeiras; rios; vestígios vulcânicos.

Características: Caminhada leve num particular setor da Serra do Mendanha, onde podemos observar a pujança da Mata Atlântica em seu melhor grau de preservação.

Altitude máxima: 300 m

Extensão aproximada: 3 km

Travessia Rio da Prata – Pau da Fome (Via Monte Alegre)

Localização: Campo Grande (Rio da Prata)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares; Estrada da Batalha; Caminho do Sacarrão; Caminho da Virgem Maria; Caminho do Monte Alegre e Pórtico da Pedra Branca.

Atrativos naturais: Riachos; trilhas; mirantes naturais.

Características: Caminhada média e longa cruzando o Maciço da Pedra Branca, em meio à floresta e plantações. Um belíssimo visual da Baixada de Jacarepaguá.

Altitude máxima: 745 metros

Extensão: 8,5 km

Pico da Pedra Branca

Localização: Campo Grande (Rio da Prata)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares; Estrada da Batalha; Caminho da Furna; Caminho do Monteiro; Caminho da Pedra Branca; Caminho do Heliporto.

Atrativos naturais: Riachos; cachoeiras; trilhas; mirantes naturais; nascentes d’água.

Características: Caminhada pesada ao ponto culminante do Município do Rio de Janeiro. Belíssimo visual.

Altitude máxima: 1.025 m

Extensão: 6 km

Pedra do Carvalho

Localização: Campo Grande (Rio da Prata)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares; Estrada da Batalha; Caminho do Sacarrão e Caminho do Padre.

Atrativos naturais: Riachos; trilhas; mirantes naturais.

Características: Caminhada média com privilegiado panorama de parte do Maciço da Pedra Branca.

Altitude máxima: 600 m

Extensão aproximada: 3 km

Travessia Rio da Prata – Pau da Fome (Via Casa Amarela)

Localização: Campo Grande (Rio da Prata)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Caminho da Pedra Branca; Caminho Herve Muniz; Caminho da Santa Bárbara; Pórtico da floresta da Pedra Branca.

Atrativos naturais: Riachos; cachoeira; trilhas; mirantes naturais; abrigos de pedra.

Características: Caminhadas média e longa cruzando o Maciço da Pedra Branca por entre vales numa altitude média de 800 metros.

Altitude máxima: 800 m

Extensão: 11 km

Travessia Rio da Prata – Vargem Grande

Localização: Campo Grande (Rio da Prata) Jacarepaguá (Uargem Grande)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Ualadares; Estrada da Batalha; Cami~ho da Furna; Caminho do Monteiro; Caminho do Jequitibá; Serra do Rio da Prata; Caminho do Cafundá; Estrada Macuíba.

Atrativos naturais: Riachos; cachoeiras; trilhas; abrigo de pedra; jequitibás; mirantes naturais.

Características: Caminhadas por entre vales e Serras do Parque Estadual da Pedra Branca. Na descida, uma vista panorâmica da orla do Recreio dos Bandeirantes e da Barra da Tijuca.

Altitude máxima: 600 m

Extensão: 8 km

Travessia Rio da Prata – Pedra do Ponto (Via Barata)

Localização: Campo Grande (Rio da Prata / Realengo) Barata

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares; Estrada da Batalha; Caminho do Sacarrão; Caminho da Virgem Maria; Caminho do Rosário.

Atrativos naturais: Riachos; nascentes d’água; trilhas e mirantes naturais.

Características: Caminhada pesada e longa com uma belíssima panorâmica de todo o Município do Rio de Janeiro.

Altitude máxima: 938 m

Extensão aproximada: 6 km

Vale do Virgem Maria

Localização: Campo Grande (Rio da Prata)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares; Estrada da Batalha; Caminho do Sacarrão; Caminho da Virgem Maria.

Atrativos naturais: Riachos; trilhas; nascentes d’água e mirantes naturais.

Característica: Caminhada leve por entre vales NO interior do Maciço da Pedra Branca

Altitude máxima: 500 m

Extensão aproximada: 3,5 km

Vale do Caixa D’água – Rio da Prata

Localização: Campo Grande (Rio da Prata)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares; Rua Soldado Antônio da Silveira; Caminho do Vaivém; Caminho da Caixa D’água.

Atrativos naturais: Riachos; cachoeiras; trilhas; piscinas naturais e mirantes naturais.

Características: Caminhada leve por entre vales, seguindo o curso do rio da Prata de Cabuçu, passando por pequenas quedas d’água e piscinas naturais.

Altitude máxima: 375 m

Extensão aproximada: 3,5 km

Travessia Rio da Prata – Ilha de Guaratiba

Localização: Campo Grande (Rio da Prata / Ilha de Guaratiba)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares; Estrada do Cabuçu; Caminho do Morro dos Caboclos; Caminho do Cedro; Caminho do Circuito dos Caboclos; Caminho da Toca, Grande; Caminho do Morgado; Ilha de Guaratiba.

Atrativos naturais: Riachos; nascentes d’água; trilhas e mirantes naturais.

Características: Caminhada longa, atravessando o setor Oeste do Maciço da Pedra Branca e com ampla visão da Baía de Sepetiba, Restinga da Marambaia, Vargem Grande, Recreio e parte da Barra da Tijuca.

Altitude máxima: 600 m

Extensão aproximada: 8 km

Morro dos Caboclos

Localização: Campo Grande (Rio da Prata)

Meio de Transporte: Ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Rio da Prata)

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares; Caminho do Morro dos Caboclos; Caminho do Cedro; Caminho dos Caboclos.

Atrativos naturais: Riachos; nascentes d’água; mirantes naturais e trilhas.

Características: Caminhada com amplo visual da Baixada de Sepetiba, Restinga da Marambaia e Serra do Mar.

Altitude máxima: 688 m

Extensão aproximada: 5 km

Morro do Cabuçu

Localização: Campo Grande (Caboclos)

Meio de Transporte: Ônibus 836 (Terminal Rodoviário de Campo Grande – Caboclos)

Vias de acesso e trilhas Estrada dos Caboclos; Cidade Batista e trilha de acesso ao Morro do * Cabuçu.

Atrativos naturais: Trilhas e mirantes naturais.

Características: Caminhada média até a cota de 568 metros, de onde se tem um visual de parte da Zona Oeste.

Altitude máxima: 568 m

Extensão aproximada: 4,5 km

Maciço da Pedra Branca (Parque Estadual)

Localizada em Campo Grande (Rio da Prata).

Vias de acesso e trilhas: Praça Mário Valadares, Estrada da Batalha, Caminho da Furna, caminho do Monteiro, Caminho da Pedra Branca e Caminho do Heliporto.

A linha de ônibus 846 (Terminal Rodoviário de Campo Grande-Sepetiba, via Brisa) também oferece acesso ao local.

Atrativos naturais: riachos, cachoeiras, trilhas, mirantes naturais e nascentes d´água.

Características: Caminhada pesada ao ponto culminante do Município do Rio de Janeiro. Belíssimo visual.

Altitude máxima: 1.025 metros e extensão: 6 km.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}