II Festival de Presépios com Materiais Reciclados

Exposição mostra a criatividade e fé de artistas até o dia 5 de janeiro no Auditório da Igreja Nossa Senhora do Desterro

 Para participar basta ter talento para transformar resíduos sólidos do dia a dia em verdadeiras obras de arte. Os presépios montados na Matriz Nossa Senhora do Desterro, em Campo Grande retratam o nascimento de Jesus com muita simplicidade, criatividade e beleza.

Alan Castilho e Silvia Fernandes foram os primeiros a promover a ideia do Presépio de Materiais reciclados dentro da igreja do Desterro, em 1996. A ideia ganhou forma e olhares carinhosos, pois era diferente dos tradicionais. "Montamos o presépio por cinco anos consecutivos. Utilizávamos pets, retalhos de pano, pedaços de caixotes, papelão e muita criatividade" conta Alan Castilho, artista plástico e restaurador.

A experiência do casal e o envolvimento com os grupos artísticos da região permitiram que a ideia voltasse, mas agora com a participação de toda a comunidade.

“As pessoas chegavam bem perto do presépio para observar como era feito, pois até então todos os presépios que conhecíamos eram de gesso, resina ou madeira. Percebemos que o trabalho artesanal era admirado pelas pessoas”, observa Silvia Fernandes, que é jornalista e produtora do evento.

Para o Pároco da Igreja, o padre Paulo Roberto, os presépios trazem um simbolismo religioso, através da fé, mas também valorizam o conceito da sustentabilidade, pois conscientizam as pessoas através dos trabalhos artísticos.

"A importância dos eventos natalinos é ter uma maior interação com a comunidade da igreja e também com os bairros que estão ao redor dela", 

A exposição vai estar aberta ao público até o dia 5 de janeiro, quando haverá a premiação dos três primeiros colocados.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}

 

 

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário