O AMIGO OCULTO

Não  se sintam constrangidos, não quero incomodar e sim deixá-los à vontade.Sei que muitos nem me perceberão, até porque estou  em todos os lugares, mas nem em todos os corações. Os  anjos descerão a terra, mas somente àqueles que têm sabedoria deles se aproximarão, através da prece e da meditação. Iluminados vão seguir um caminho evolutivo independente de crença ou religião. Os que pressentirem nossa presença ficarão mais felizes porque trazemos presentes para todos, sem distinção. Nada que  se encontra em alguma loja, shopping ou  lugar, mas que é dado com o coração. Sentaremos à mesa  dos que nos convidarem para  nos fartar com a alegria, sorrir, compartilhar e haverá felicidade, muita  paz, muita luz, união nos corações. Vim  para somar, acrescentar, nunca dividir! Por  exclusão de sentimentos ficarei a margem, alguns são incapazes de sentirem minha energia, não importa, mesmo assim os abençoarei são todos filhos de meu Pai e sendo assim, meus irmãos. Na minha casa há muitas moradas, abrigo  para todos  é só bater à porta que eu a abrirei. Nada vou  perguntar, o que interessa daqui pra frente é a sua intenção! Dê-me uma oportunidade! Por que não?  Bater a minha porta é fácil. Eleve seu pensamento, não são necessárias palavras bonitas, procurar preces em livros, fale com o coração! Nesta  noite,  estarei ao seu lado,  a qualquer momento  estou disponível, é só me fazer o convite.Tenho certeza que se o fizer, mais alegria pousará em seu coração!  Ah,  posso lhe fazer um pedido? Ajude ao seu irmão carente. Seu coração vai ficar feliz e ganhará muito mais do que o de seu irmão. Dividir  sempre é somar eternamente!

Solidariedade, ameniza a dor daqueles que não são afortunados com a abastança e muitas das vezes nada têm, com o pouco se alegram infinitamente, mas nesta noite especial queria ver um sorriso de alegria, não a alegria da bebida, da comida e sim a alegria que jorra involuntária de dentro do coração. Completo mais um aniversário, sem muito entusiasmo até porque vejo muita desigualdade social, sou despercebido não têm noção que a festa é minha. Minha alegria seria completa não vendo o pobre morrer de fome sem ter o mínimo direito de sobrevivência, negado ao cidadão. Os chamativos falam de presentes e mais presentes, duma sociedade consumista e muitas vezes egoísta que nem tocam em meu nome ou sabem o porquê de tantos festejos. O aniversariante? De fora!  Vão comemorar sem a minha presença. Fico feliz, pois sem querer, consigo reunir pessoas que se agrupam por afinidade  mesmo não sabendo o porquê da festa, estão de roupa nova, trocam presentes se abraçam  e eu fico muito contente até porque, o abraço fraterno, é a uma das maiores demonstrações de carinho e troca de energia e eu, o amigo oculto, quietinho, sem incomodar, continuarei num canto qualquer esquecido. 

         MARGOT  CARVALHO