Trânsito de Campo Grande continua causando polêmicas

Moradores, comerciantes, comerciários e profissionais liberais do centro de Campo Grande estão sem entender os motivos que levaram a CET Rio a impedir o tráfego em 100 metros da Avenida Cesário de Melo, entre a Rua Augusto de Vasconcelos e o Viaduto Alim Pedro. Segundo os usuários, a medida impediu acessos antes rápidos a residências, prédios comerciais e estacionamentos, e ao lado norte do bairro, obrigando-os a percorrer mais de 5 kilometros dentro do bairro. Quem se beneficiou da decisão foram os clientes de um Hospital particular que passaram a usar o trecho como estacionamento, e o flanelinha. A mesma sorte não tiveram os taxistas que tem vagas cativas no local e perderam parte da área, agora usada pelo estacionamento irregular.

A Cetrio informou que atendeu pedido da Secretaria Municipal de Obras que constrói uma Estação do BRT no local. Disse ainda que de acordo com o projeto da estação do BRT, não haverá mais tráfego no local nesse sentido. A informação não foi confirmada por funcionários da construtora que disseram que o chafariz e o lago existente entre a plataforma e a pista será mantido.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}