Vereador Responde entrevista Marcelino D’Almeida

"Oferecer aos moradores da Zona Oeste esse espaço é um sonho antigo meu"

Tramita na Câmara do Rio o Projeto de Lei 532/2013, de autoria do vereador Marcelino D'Almeida (PROS), que propõe a criação de um parque municipal na Área de Planejamento AP-5, na Zona Oeste do Município.  A região que representa grande densidade populacional e atende cinco Regiões Administrativas somando um total de 21 bairros, não possui uma área de lazer desta proporção para a população. A proposta prevê a criação de espaços para esporte, lazer e entretenimento, além de incentivar a implantação de políticas públicas de resgate à cidadania. O parlamentar fala nesta edição, sobre a importância da criação do parque municipal na região da AP-5.

Ascom: Como surgiu a ideia do projeto?

R: O grande sucesso do Parque de Madureira fez com que moradores da AP-5 reivindicassem também um espaço público de lazer, nos mesmos moldes que nós encontramos hoje na Zona Norte. Fomos procurados por diversas lideranças locais que visualizaram na construção de um parque municipal um espaço perfeito para atender à população local.

A área urbana do Rio de Janeiro possui uma crescente demanda para o lazer, em especial por parques urbanos, que são espaços públicos capazes de estabelecer relações sociais através de práticas esportivas, educativas, culturais, artísticas ou ambientais. Esses locais permitem a socialização e a convivência direta com a natureza, colaborando para tornar mais atraente o dia a dia dos moradores da região. Queremos oferecer espaços públicos que melhorem a qualidade de vida, possibilitando aos seus moradores áreas de lazer nos seus próprios bairros e que esses locais virem "points".

Ascom: A região da AP-5 engloba 21 bairros. O projeto prevê um bairro específico para a construção do parque municipal?

R: Nossa proposta é que a construção seja feita no bairro de Bangu. O local é um dos mais quentes da cidade e isso pode ser amenizado com a criação do parque com fontes, lagos e chafarizes. Oferecer aos moradores da Zona Oeste esse espaço é um sonho antigo meu.

Ascom: De que forma o projeto pode contribuir com a geração de emprego para a comunidade local?

R: A criação de um espaço público como esse valoriza o bairro. Essa experiência aconteceu na Zona Norte onde o shopping local, vizinho ao Parque, estava com muitas dificuldades e se reergueu aumentando a oferta de empregos.  Acredito que há possibilidade de geração de emprego e renda para membros das comunidades que se encontram no seu entorno imediato, tanto nas obras de construção do parque, quanto no

dia a dia com os diversos empregos que serão oferecidos no seu interior, nos quiosques, lonas culturais, limpeza entre outros.

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário