Laura da Mora se encontra com o samba

Laura da Mora chegou para o mundo do samba há pouco mais de ano, após se livrar de uma pegadinha da vida saudável. Com dotes de compositora genuínos não foi difícil se aproximar de compositores experientes e chegar à final da disputa do samba enredo do GRES Sereno de Campo Grande, perdendo apenas para ícones da região como Jaci Campo Grande e Quinzinho.

No GRBC Chora na Rampa, no Arnaldo Eugênio, Rio da Prata, a vitória batizou Laura da Mora como a mais nova compositora do samba campo-grandense.

Um fã clube de mais de duzentas pessoas acompanhou a disputa da compositora no GRES Sereno de Campo Grande que apresentou o enredo “Bahia Negra Alquimia do Brasil”.  Este mesmo grupo acompanhou e vibrou com a vitória dela na disputa do enredo do GRBC Chora na Rampa, intitulado  “Zeca do Trombone, um sopro de alegria”.

“Após as dificuldades vencidas resolvi dar uma oportunidade para mim, desenvolver outras habilidades naturais e criar um novo estilo de vida. Estou motivada pelo samba e vou inscrever minha marchinha no próximo concurso da Riotur. Vamos disputar os próximos sambas enredo da GRES Acadêmicos de Santa Cruz e GRES Unidos de Bangu. Desafios menores como fazer o samba da Banda do Recreio também serão aceitos. Del Costa, Beto Mesquita e Serjão são os corresponsáveis por toda essa mudança. Quando souberam que eu queria não hesitaram em me convidar para a Ala dos Compositores e, juntos, estamos pensando em apoiar a criação de blocos de embalo na tentativa de resgatar a força do nosso carnaval e colocar nossas agremiações em posição de destaque no carnaval carioca”, dissertou Laura da Mora.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}