Em fase de testes, novo trem da SuperVia circula no ramal Deodoro

 O novo trem nacional adquirido pela SuperVia circulou, pela primeira vez, no ramal Deodoro, em fase de testes. O presidente da concessionária, Carlos José Cunha, e o secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, embarcaram  na Central do Brasil com destino à nova fábrica de montagem de trens, localizada em Deodoro, para acompanhar o andamento das obras de instalação na Unidade Industrial da concessionária. A previsão é que o local seja inaugurado em março.

“A renovação da frota já é uma realidade da nossa gestão, agora teremos esta área de mais de 30 mil metros quadrados, que estavava completamente abandonada, degradada, e foi reformulada para ser nossa indústria ferroviária. Vamos fabricar aqui, o trem que estamos comprando em pareceria com a Alstom. Temos um maquinário que permite a melhor atuação na renovação do sistema da rede aérea e via permanente, por exemplo. É um processo que começou faz três anos e que em dois ou três anos já dará resultados significativos para toda população do Rio”, salienta o presidente da SuperVia, Carlos José Cunha.

Desde o início do ano, os dois primeiros trens que chegaram ao Rio estão em período de testes no ramal Japeri para avaliações de velocidade (aceleração e desaceleração) e dos sistemas pneumático, elétrico e mecânico. Concluída esta etapa, as novas composições entrarão em fase de operação assistida e começarão a circular com passageiros no período das 10h às 15h, até que passem a integrar a grade regular da concessionária. Os novos trens deverão entrar em operação no próximo mês.

“Além de ampliar a capacidade de transportes dos trens urbanos, estes novos trens comprados pela concessionária representam a retomada da indústria ferroviária no estado do Rio de Janeiro, já que os mesmos são montados em Deodoro. A compra desses novos trens é parte das obrigações contratuais impostas pelo Estado à concessionária. Esta nova frota será somada aos 30 chineses já em circulação, além dos outros 60 trens comprados pelo Estado, que começam a chegar ainda neste semestre”, explica o secretario Julio Lopes. 

O processo de renovação da frota da SuperVia, iniciado em 2012 com a aquisição de 120 carros chineses, prevê, ainda, a aquisição de 80 carros por parte da concessionária e outros 280 por parte do Governo do Estado. Inicialmente previstos para entrar em circulação no período entre 2017-2020, a concessionária antecipou em quatro anos a compra dos carros nacionais. Todos os trens contam com design inovador, ar-condicionado, passagem interna entre os vagões, sistema que não permite a abertura de portas durante as viagens, circuito interno de câmera e capacidade para transportar até 2.600 passageiros por composição. 

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}

Comentários

comentários

Deixe um Comentário