Ingratidão

Luiz Carlos Ramos aprovou recentemente projetos de leis criando o Centro de Dança Oriental e o Espaço da Capoeira. Como se não bastasse à falta de criatividade e de objetividade do parlamentar, visto que para promover essas culturas bastaria investir na produção, pois instrumentos nos temos, o mesmo, indagado, respondeu que esses novos espaços não poderiam ser criados na Zona Oeste, região que o elegeu. A justificativa é que os investidores só apoiam projetos localizados no centro onde tem retorno de mídia garantido. Ele se esqueceu ou não quer lembrar que a Zona Oeste tem quase 50% da população da cidade, que garante audiência a qualquer atração, principalmente se for popular.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}

Comentários

comentários

Deixe um Comentário