Sistema de transportes BRT facilita estacionamento para o Hospital Pasteur em Campo Grande

 

O sistema BRT de transportes públicos entregou de mão beijada ao Hospital Pasteur- unidade médica avançada da Amil- um estacionamento em local nobre de Campo Grande. A oferta foi possível graças a interdição do trecho da Avenida Cesario de Melo, em frente ao hospital, paralela a estação, que perdeu a função. Quem ganhou com a operação foi o hospital que teve facilitada a recepção e acomodação da sua clientela motorizada
; quem perdeu foram os motoristas de Campo Grande que não podem usar mais a via para acessar o Viaduto Alim Pedro, tendo que fazer várias manobras pela cidade. Entre eles se destacam os motorista do 13 Grupamento de Bombeiros Militar, vizinho ao trecho. Perderam também, os taxistas que tem que disputar com os clientes do hospital seu antigo ponto.
Perdeu ainda, a administração pública municipal que está encontrando muitas dificuldades para gerir um projeto na base do improviso: várias estações tiveram suas obras interrompidas por conta de ações públicas, outras estão prontas mais inoperantes, vagas de estacionamentos também perderam função por conta da faixa exclusiva criada para os ônibus.
Ledendas: estação  do BRT inoperante; trecho da pista transformado em estacionamento
{loadposition folhadaterra-posicao10}
{jcomments on}