Escola de Música em Realengo recebe exposição Fronteiras

De 6 a 22 de dezembro a Escola de Música do Colégio Pedro II, unidade Realengo, experiência como imigrante nos Estados Unidos, Flavia desenvolveu um olhar sobre as diversas concepções de fronteiras, explorando questões linguísticas, culturais, sociais e psicológicas. recebe a exposição Fronteiras, da artista carioca Flavia Monteiro. A partir de sua

Nesta exposição, o público poderá conferir obras de três séries distintas. Arrancando o Couro traz trabalhos que apresentam a ideia de pele através de pinturas-objetos feitas usando apenas tinta acrílica. Estes trabalhos significam barreiras-limites entre humano e animal, vida e morte, desejo e repulsa, beleza e grotesco, pintura e escultura. Complementam o acervo, obras das séries Construção e O que escapa, escorre. A exposição conta com o apoio da Diretoria de Pesquisa do Colégio Pedro II.

A abertura da exposição Fronteiras aconteceu no dia 6 de dezembro no foyer da Escola de Música, no Complexo de Realengo – Rua Bernardo de Vasconcelos 941.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}

 

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário