Publicidade em transportes coletivos deve preservar visibilidade

A colocação de adesivos com publicidade em trens e ônibus é uma realidade na cidade. De acordo com o vereador Marcelino D´Almeida (PROS), essa ação prejudica a visibilidade dos usuários. "Esses adesivos prejudicam a visibilidade, dificultando que os passageiros, muitas vezes pessoas mais idosas, consigam identificar o nome da estação da parada do trem. Ou no caso dos ônibus que consigam identificar uma referência nas ruas onde pretendem descer do coletivo".  

 

Como forma de amenizar esses transtornos, o parlamentar apresentou os Projetos de Leis nº 1.078/2014, que proíbe na cidade do Rio de janeiro que se coloque adesivo com publicidade ou não nos vidros dos ônibus, os chamados "outbus" e  1.079/2014 que proíbe o mesmo ato nos vidros dos vagões de trens.

 

No caso dos ônibus fica proibido que se coloque adesivo com publicidade ou inserir qualquer mensagem que não garanta cem por cento de transparência e visibilidade, na superfície interna ou externa dos vidros dos ônibus. Será permitida a colocação de propaganda nas outras partes laterais, internas ou externas, desde que não prejudique a visão das pessoas. O mesmo se aplica aos vidros dos vagões de trens das concessionárias de transportes público do METRÔ e SUPERVIA.

 

 "A proposição objetiva evitar que se continue encobrindo os vidros das composições com material adesivo. Acredito, que se implantado, o projeto irá melhorar o bem estar da população" argumenta o vereador.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}