População clama por proteção na reunião do Conselho Comunitário de Segurança em Sulacap

A reunião mensal do Conselho Comunitário de Segurança da 14* Ainsp, área do 14* Batalhão de Polícia Militar, aconteceu nesta quinta feira (26.03) e foi marcada pela denúncia das diretoras de escolas públicas que estão sendo ameaçadas de morte e tendo suas escolas invadidas por usuários de drogas e vândalos.

O Comandante do 14* BPM, Ten. Cel. Frederick, interpretou as queixas como sendo caso de saúde pública, frustando o público presente que esperava uma ação rápida e protetora da autoridade policial. Ao contrário, o comandante sugeriu as educadoras que procurassem o serviço social, entretanto, lidando com traficantes nas favelas da região, ele age diferente e desde dezembro, quando assumiu a unidade, já prendeu 20 fuzis, 140 pistolas aproximadamente e quase 400 meliantes. Seu perfil de cientista social assustou a população que está acuada por marginais no seu dia a dia. A classe empresarial também se fez representar e diante do quadro resolveu criar uma conta na plataforma Watsaap para se defender. O presidente do Conselho Jorge Eduardo Mariano sugeriu uma reunião específica para tratar do assunto com  8* CRE, O 14* BPM, a 34* DP e as educadoras. Antes, porém, mostrou seu descontentamento com o que viu e ouviu.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}