Operação tem dois presos e clínica clandestina fechada em Campo Grande

Policiais da 35ª DP (Campo Grande) com o apoioda vigilância sanitária realizaram, nesta terça-feira (09/06), uma operação que interditou umaclínica clandestina que realizava tratamentos estéticos sem condições de salubridade e autorização dos órgãos. Foram presos em flagrante a dona da "clínica", Cassia Santos de Lima Menezes e o médico Willian Toussanit Bonhote. Ambos foram autuados no artigo 273, paragrafo primeiro, alínea B, pena de reclusão de 10 a 15 anos. (crime hediondo).

De acordo com o delegado Hilton Pinho Alonso, titular da unidade, no local foi encontrado na verdade um salão de beleza, na rua Baicuru em Campo Grande, que realizava procedimentos como aplicação de meta crill, hidrolipo e outros.

“Foram aprendidos diversos medicamentos de venda controlada, agulhas e matérias para cirurgia como drenos, e, no chão do banheiro, encontramos materiais para a realização dos procedimentos estéticos e aparentava ser o local de esterilização”, disse o titular da 35ª DP.

Ainda segundo o delegado, durante a operação foram encontrados três clientes no meio de procedimentos, sendo estas encaminhadas pelo SAMU ao Hospital Rocha Faria, devido ao estado de saúde que se encontravam. Já havia na unidade, um outro registro feito por vitima que se encontra internada na Hospital Casa Evangelista, em decorrência de uma lipoaspiração realizada no mesmo local.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário