Conselho Comunitário de Segurança se reuniu na Faculdade São José

Mesa:3º a esquerda o Ten.Cel. Frederick comemorou a premiação; 1º a direita Rafael Marques recepcionou os os presentes

O Conselho Comunitário de Segurança da 14ª Aisp – região da 17ª e 33ª Administrações Regionais, Bangu e Realengo, respectivamente, se reuniu no auditório da Faculdade São José, em Realengo, na quinta- feira (30-07, para mais uma reunião ordinária mensal itinerante das últimas quintas-feiras do mês.

A mesa dos trabalhos foi formada com o presidente do Conselho Jorge Eduardo, com os delegados da 33ª e 34ª Delegacias de Polícia, Daniela Terra e Rodrigo Santoro, respectivamente, e com os representantes da Faculdade São José, Rafael Marques; da Guarda Municipal, inspetor Sidney; do Get; do BPVE; da UPP Batan e do Comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar Ten. Cel. Frederick.

Prestigiaram o evento com suas presenças, lideranças comunitárias, autoridades públicas e privadas, e políticos, entre eles o Padre Ulysses, o vereador Marcelino D’Almeida e o secretário executivo da Acira – Associação Comercial e Industrial de Realengo e Adjacências, advogado Sidney Santos.

A presidenta da Associação de Moradores do Jardim Sulacap em ação

Nas falas que seguiram o destaque coube a premiação recebida pelos órgãos de segurança da região por terem cumprido suas metas de produção. Roubo de veículos e a transeuntes foram os itens com melhores índices. “Reduzimos em média 50% as ocorrências”, disse o Ten. Cel. Frederick, que concluiu: “Vamos buscar a premiação também no segundo semestre”.

Outro destaque coube a ameaça feita pela presidenta da Associação de Moradores do Jardim Sulacap Heloísa: “Vamos impetrar um Mandato de segurança contra as autoridades competentes que não conseguem impedir os assaltos as residências do bairro”, desabafou.

Respondendo a outras demandas das lideranças locais o Dr. Rodrigo Santoro orientou a usarem o site WWW.policiacivil.rj.gov.br para fazerem registros de ocorrência, visto que a dificuldade nas delegacias é grande e toda a ação da polícia se baseia nos boletins de ocorrência.

O Caminho dos Fernandes em santíssimo, a Rua capitão Teixeira em Realengo e a Av. Santa Cruz no trecho entre as Ruas Goulart de Andrade e Dr. Lessa, ainda em Realengo, foram citados por seus representantes     que pediram ação do 14º BPM –segurança- e da Guarda Municipal- estacionamento irregular -.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}