Amarelo segura a vitória no Lameirão: 8×5

O Grupo de Futebol Manoel Ramalho voltou a se encontrar para a tradicional pelada das sextas-feiras à tarde no Sítio Tropical, no Lameirão, no Rio da Prata.

O jogo no primeiro tempo apresentou um bom nível técnico, porém, deixou a desejar na movimentação e emoção. O time Amarelo começou mais organizado e converteu em gols as poucas oportunidades criadas. Pará abriu o marcador e Emílio aumentou duas vezes (3×0).  Em desvantagem o time preto acordou e deu mais velocidade ao jogo. Preguiçoso o time Amarelo não acompanhou e acabou cedendo o empate: Manoel (2) e Willian empataram o jogo, resultado do primeiro tempo.

Edinho chega atrasado e fica entre Robson e Renatinho

Na segunda etapa as mudanças nas duas equipes alteraram o panorama da partida. As duas equipes buscaram a todo o tempo a vantagem no placar. Paulo Gaio botou a Equipe Preta na frente; Paulinho empatou e Bobo em dois lances seguidos abriu dois gols de vantagem e praticamente decretou a vitória Amarela ((6×4).

Flávio finaliza em frente do goleiro Junior sem resultado

Em desvantagem o adversário tentou desesperadamente a reação, mas encontrou os Amarelos bem postados, jogando no contra-ataque e decididos a não perder mas o jogo. Comandado por Pará que adotou o chutão, Paulinho voltou a marcar. A partir daí só deu Preto que só conseguiu diminuir com Paulo Gaio.  No final Emílio fechou o caixão no apagar das luzes (8×5).

Equipes e Notas:

Preta: Junior – sem culpa 5; Tatão – bem no apoio 5 (Paulo Gaio – muita luta com muitas faltas e dois gols 6,5); Joel – defendeu bem e atacou quando pode 6; Willian – no mesmo nível 6 (Abedi – não rendeu o esperado 5,5); Nem – entrando em forma participou bem do jogo 5,5 (Yago – muita movimentação, pouca criatividade 5,5); Fabinho – não decidiu se atava ou defendia 5,5 (Ueliton – deu mais velocidade, mas ficou preso atrás 5,5); Edinho – também teve medo de atacar 5,5; Manoel – atento as oportunidades não desperdiçou e marcou duas vezes 6 (Bodinho – voltando de contusão não conseguiu superar Pará).

Amarela: Flávio Renan – Garantiu 6; Robson – deu conta do recado 5,5 (Boca – acompanhou o ritmo, 5,5); Renatinho – voltando de contusão cansou cedo 5,5 (Paulinho deu velocidade, foi caçado e marcou dois gols decisivos 6,5), Ricardinho – foi bem taticamente 5,5; Pará – fez gol, fechou atrás, deu chutões e outras coisas mais 6,5; Flávio – com boa movimentação teve função importante na frente 6; Emílio – soube abrir a vantagem no placar e no final fechar o caixão 7; Tovar – jogou enquanto teve forças, 5,5 (Bobo – bem posicionado fez dois gols na hora certa, 6,5).

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário