Preto vence no GFMR: 9×7

A partida do Grupo de Futebol Manoel Ramalho realizada às sextas-feiras à tarde, no Lameirão, Rio da Prata, Campo Grande, foi de bom nível técnico, apesar do desfalque do goleiro Flávio Renan.

As duas equipes jogaram um futebol franco e objetivo. Edinho abriu o placar para os pretos e Bodinho, de pênalti, empatou. A surpresa foi o pleno aproveitamento do time preto que acertou tudo o que criou, surpreendendo o adversário que assistiu a tudo sem esboçar reação. Manoel, Flávio, Edinho (3) e Pará construíram o placar do primeiro tempo: 6×2 para o time preto. Pelo Amarelo Bodinho descontou duas vezes. Edinho foi o destaque.

Paulo Rabelo chuta pra fora e passa em branco no primeiro tempo

Veio o segundo tempo e as tradicionais mudanças. No time Amarelo entraram Alexandre e Ueliton acordando a equipe. Alexandre foi o nome do segundo tempo marcando 4 vezes, encostando no placar (7×6) e ameaçando a vitória preta. Aí aconteceu o que está virando mania: "Os paulinhos". Sentindo o perigo Paulinho chamou para si a responsabilidade é na base da técnica e velocidade, voltou a encurralar o Amarelo, sem, contudo, evitar que Marco Aurélio empatasse a parida. Entretanto, faltava Paulo Rabelo e ele voltou a colocar o preto na frente (8×7). No final Paulinho deu números finais ao placar (9×7).

Equipes e notas:

Amarela – Willian – improvisado não comprometeu no gol nem no meio 5,5, Joel – fez o seu papel e ainda tentou fazer seu time chutar a gol 6, Ricardinho – burocrático 5, Nem – pouca movimentação 5 (Alexandre – muita velocidade e sorte 6,5), Robson – faz o que pode 4,5, Marco Aurélio – comprometido, fez o seu 5,5, Bodinho – tem faro de gol 6 (Ueliton – não tem correspondido, 6), Fabinho – sabe jogar, está faltando mobilidade 6.

 

Preta: Junior – bem 6, (Paulinho – foi fundamental ao decidir atacar 6,5), Boca – cumpriu seu papel 5,5 (Ligeirinho não comprometeu 4,5), Edinho – garantiu a vitória 7, Fabiano – sabe jogar pro time 6 (Paulo Gaio – marcou, esteve bem 5,5), Flávio – taticamente perfeito, fez o seu 6, Pará tomou conta da casa e ainda fez o seu 6,5, Paulo Rabelo – conhece os caminhos, fez dois 6,5, Manoel – “de migué” marcou o seu 5 (Bobo – não comprometeu 5,5).

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}

 

 

 

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário