Blocos de Rua já podem se inscrever para o Carnaval 2016

Já está quase na hora de colocar o bloco na rua novamente. Faltando seis meses para o próximo carnaval, a Riotur dá início ao período de inscrições de Blocos de Rua: o prazo para os organizadores inscreverem seus desfiles na Diretoria de Operações da Riotur (Praça Pio X, 119/12° andar, Centro) começou na segunda-feira (17/08) e vai até 17/09, das 10h às 17h. No ato, devem ser apresentados os seguintes documentos: originais e cópias da carteira de identidade, CPF e comprovante de residência do responsável pelo bloco e da documentação do bloco ou banda, quando houver, além do formulário de inscrição disponibilizado pela Setur/Riotur devidamente preenchido.

 

A partir de 1° de dezembro, após consulta aos órgãos municipais e análise da documentação, a Setur/Riotur irá emitir um Documento de Inscrição Preliminar. O documento definitivo sairá a partir de 05 de janeiro de 2016, após a juntada da documentação obrigatória por parte do organizador: cópia dos pedidos de autorização às autoridades de segurança pública e defesa civil do Governo do Estado do Rio de Janeiro, quando aplicável, e demais exigências inerentes às peculiaridades de bairros e ruas, de acordo com os órgãos competentes.

 

Não existe limite de blocos, mas em bairros como Santa Teresa e Laranjeiras não são aceitos pedidos de blocos novos – que sairiam pela primeira vez – por conta da quantidade que já desfila na região. O critério para aprovação é baseado no cruzamento de informações, que avaliam, por exemplo, se já há outro bloco mais antigo na mesma data e local, se existem hospitais, maternidades ou asilos no trajeto e se a via comporta uma eventual mudança de trânsito.

 

 

No Carnaval de 2015 foram 456 blocos autorizados a desfilar, em mais de 600 desfiles durante o período de folia. Foram 4,7 milhões de foliões nas ruas, número que tem se mantido estável nos últimos carnavais. A temporada de carnaval na cidade atraiu 977 mil turistas e gerou uma renda de US$ 782 milhões somente no segmento de turismo – e a festa nas ruas ajuda a alavancar esses números mais e mais a cada ano. No carnaval de 2014, estes números foram, respectivamente, 918 mil turistas e renda de US$ 734 milhões.

{loadposition folhadaterra-posicao10}

{jcomments on}
 

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário