Margot Carvalho: UNIÃO

Vago  pelas ruas sem direção…

Meu coração se nega a aceitar

Será que não há solução?

Alienados, pelas calçadas, correm apressados

Não percebem minha presença

Sou completamente ignorado

Não tenho riquezas…

Mas através  de mim se encontra a salvação

Com minhas palavras muitas verdades foram ditas

Pessoas me seguiram arrecadei multidões mudei  decisões, ideias, destinos…

O  cálice da vida doei

E na cruz todo o meu sangue por ti derramei

Mas mesmo assim, hoje comprovo:

Meus ensinamentos, por muitos foram esquecidos…

Há muitos apelos do ter

E nesta época, em todas as  lojas  grandes vendas

Presentes para todos e nem se lembram de mim

Sou apenas um intruso…  fui esquecido!

E quando o relógio bater, presentes serão doados, abertos e com muitos abraços

Comemoração! Mesmo  assim fico feliz

Transforma-se numa grande festa

Roupas novas, muita bebida, comida…

Minha caminhada continua e não vou desistir

Queria pedir a você: – não se esqueça de mim

Tenha em seu coração muita paz, amor, solidariedade

Partilhe sempre o teu pão…  Estenda teu coração, sacie a necessidade

Do teu próximo, mesmo que não tenhas um tostão

Pessoas precisam de vários alimentos

E num simples sorriso ou num aperto de mão fraternidade, igualdade…

Só o amor constrói um mundo mais justo.

“Somos criados à imagem e semelhança de Deus”.” O que fazemos com o próximo  é o mais importante para o amanhã”. “Se  não fizermos nada para mudar nossas atitudes, continuaremos no ostracismo do nosso egoísmo. “

lágrima e dor derramam pelo planeta habitado

pelo desamor

a criação perfeita do Senhor

dádiva dada de graça se transforma em terror

Deus criou a  vida

mas muitos cultivam  a morte

com bombas presa aos corpos e armas nas mãos,

impiedosos destroem a dádiva da vida

em favor de um DEUS

tenha piedade dos corações em conflitos

e desprezo dos que deveriam ver o seu próximo

como  irmão.

MARGOT CARVALHO

Comentários

comentários

Deixe um Comentário