Carnavais antigos de Bangu

Volto a escrever sobre o tema Carnaval, já que iniciamos as festividades de momo, tendo como intuito relembrar os majestosos coretos que emolduravam o centro comercial de Bangu.

coreto de bangu
Esses luxuosos coretos, eram construídos na confluência das Avenida Cônego Vasconcelos e a Rua Clemente Ferreira, e ali estavam para abrilhantar os folguedos carnavalescos que a família banguense adoravam participar.
Lembro que alguns coretos ali construídos possuíam uma passagem por baixo, onde os blocos e os banguenses gostavam fazer os seus desfiles durante os dias de folia, outros coretos se destacavam pela altura, chegando a ter três pavimentos (Foto).
No coreto da foto podemos observar a figura do Rei Momo imponente no alto do coreto, parecendo estar ali, sentado no seu trono, protegendo os foliões que brincam próximo ao seu “castelo”.
Os grandes e admiráveis coretos de Bangu hoje estão só nas lembranças.

Os carnavais antigos

Podem me chamar de saudosista, pois sou mesmo. Gosto do Bangu de outrora, onde tudo era mais provinciano. Por isso hoje vou falar do Carnaval da década de 1970, que era realizado na Av. Cônego Vasconcelos desde a Av. Santa Cruz até o Largo da Igreja, toda extensão da Avenida era cheia de barracas que vendiam de tudo, sendo ponto de encontro das turmas que existiam naquele período em Bangu.

Ao cair da tarde, quando o sol amainava, as famílias iam passear na passarela de momo, ver as fantasias que na sua maioria eram muito inocentes, eram Noivas, Mortes, Múmias, Clóvis e outras. Eram um vai em vem que só parava na hora de se arrumar para os bailes carnavalescos que o Bangu Atlético Clube e o Casino Bangu organizavam.

Não posso deixar de lembrar também dos belíssimos coretos de Bangu, que sempre eram erguidos nas esquinas da Av. Cônego Vasconcelos com Rua Professor Clemente Ferreira, tendo várias participações nos concursos promovidos pela prefeitura do Rio de Janeiro.

Lembro dos blocos tradicionais que desfilavam no final da tarde, em um vai e vem pela Cônego Vasconcelos, era o Arara, Grilo, Virilha de minhoca (iniciando), Bloco do Peru e outros.

Recordo até hoje a música cantada pelos participantes do Bloco do Peru.

O Peru brigou com o marreco, deu uma grande confusão, só por causa disso botaram o Peru na prisão. Perua não chore eu vou botar o Peru para fora.

E assim os foliões iam se divertindo, porém com muito respeito.

 

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário