Resultado do carnaval das Escolas de Samba da Zona Oeste não trouxe novidades: Vinícius e Jéssica deram um show na Unidos de Padre Miguel

O Carnaval das Escolas de Samba da  Zona Oeste, aquele que vale pontos e o sonho de um dia chegar ou se manter na Marquês de Sapucaí, andou de lado mais uma vez:

No Grupo Especial nossa única representante, a Mocidade Independente de Padre Miguel, após um desfile promissor no ano passado, voltou a decepcionar e quase foi rebaixada chegando em 10º lugar;

na Série A a Zona Oeste contou com a representação da Unidos de Padre Miguel e da Acadêmicos de Santa Cruz. A primeira é o único exemplo a ser seguido, nos últimos carnavais chegou para ser campeã, porém, a exemplo desse ano que chegou em 2º lugar, perdeu sem explicações convincentes dos jurados, porém, com apoio da crítica especializada que premiou a escola e muitos dos seus quesitos, principalmente Mestre-Sala e Porta-Bandeira – Vinícius e Jéssica. É difícil entender o que acontece no mundo do samba e do futebol;

a Acadêmicos de Santa Cruz fez um desfile burocrático, para não cair, e quase não conseguiu por conta de erros individuais. A Comissão de frente atrasou a coreografia e a escola estourou seu tempo de desfile, perdeu pontos preciosos e chegou em 12º lugar, colocando em risco sua permanência nos desfiles da Marquês de Sapucaí, o que parece ser a meta de Zezo, eterno presidente da escola.

Na Série B nossa representante foi a Unidos de Bangu que parece estar seguindo o exemplo da escola de Santa Cruz e se conformando em apenas participar sem competir. O sexto lugar acabou como prêmio, erros individuais e previsíveis comprometeram o desfile.

No Grupo C tivemos a representação do Unidos de Vila Kennedy e do Sereno de Campo Grande que chegaram em 8º e 6º lugares, respectivamente. Parece que vimos o desfile do ano passado com os mesmos problemas de sempre. Conformismo e mesmice são marcas registradas.

No Grupo D a Zona Oeste foi representada pelo Unidos de Cosmos, que chegou em 7º,  e pelo Império da Zona Oeste, classificado em 12º, que valeu o seu rebaixamento para o Grupo E de avaliação, que desfilou esse ano no sábado (13) e teve como representantes o GRES Chora na Rampa do Rio da Prata, Campo Grande, e o GRES Delírio da Zona Oeste classificados em 13º e 12º lugares, respectivamente.

 

 

 

 

 

Comentários

comentários

Deixe um Comentário