Jardim Santo Antônio pede sinalização e fiscalização do trânsito – a faixa da direita é usada como estacionamento

Os moradores do bairro Jardim Santo Antônio, em Campo Grande, na Trindade Santa, região que abriga também os bairros Parque São Luiz, Diana, Aurora e Parque São Jorge, convivem com pequenos problemas que tem atrapalhado o convívio dos moradores e visitantes.

Na Rua Pina Rangel, principal pista de entrada e saída dos bairros, próximo a Avenida Cesário de Melo, é comum motoristas estacionarem em uma das duas únicas faixas de rolamento causando confusão e medo.

Em outro trecho, os fiéis das Igrejas disputam com moradores o uso das calçadas, tal qual os motoristas sócios e visitantes do único clube do bairro. Na Rua Baliza, no encontro com a Rua Pina Rangel, único acesso improvisado que faz a ligação do Parque São Luiz com os outros bairros da Trindade Santa, os pedestres dividem espaço com os automóveis e correm risco de serem atropelados.

A travessia improvisada é muito movimentada
A travessia improvisada é muito movimentada
Poste instalado no meio da pista mostra o improviso
Poste instalado no meio da pista atrapalha a manutenção

Postes da Light instalados no meio da pista esburacada é o cenário local. Idosos pisando em buracos, caindo e se machucando, fazem parte do cotidiano.

O resultado disso são pequenos desentendimentos entre as partes, e a solução, segundo eles, é o poder público sinalizar a área com placas educativas e posteriormente fiscalizar e multar. Uma parcela menor acha que basta as placas de sinalização para motivar o debate, e o entendimento será natural. “Há de haver respeito aos direitos e cessão de ambos os lados”, disseram.

Comentários

comentários

Deixe um Comentário