Amarelo vence no GFMR – 6×3 – Lico teve participação destacada

A pelada do GFMR – Grupo de Futebol Manoel Ramalho das sextas-feiras a tarde, no Rio da Prata – Lameirão -, não chegou a empolgar. O grande número de passes errados e gols perdidos comprometeram a qualidade da partida que só melhorou no último quarto do primeiro tempo com a abertura do placar. Consequentemente, o jogo ganhou mais movimentação e as jogadas começaram a surgir com mais qualidade. O primeiro tempo terminou com a vitória do time Amarelo pelo placar de 2×1, gols de Paulo Rabelo para o time Cenoura; Flávio e Emilio.

IMG_2579
Robson atento à marcação
IMG_2591
Flávio parado com falta por Tatão
IMG_2611
Paulo Rabello toca para a defesa do goleiro Júnior
IMG_2620
Ueliton movimentando o ataque mais uma vez

A etapa complementar começou como terminou a primeira; movimentada com mais qualidade. As mudanças não confirmaram as expectativas e o placar pouco se movimentou. A atuação dos goleiros e o cansaço do time Cenoura contribuiu. Placar final 6×3 para o Amarelo.
Equipes e notas:
Amarela -Junior- Seguro e participativo, nota 6; Mel – não comprometeu, nota 4( Ueliton – deu mais movimentação ao jogo, criou jogadas e marcou o seu, nota 6); Lico – cumpriu seu papel e ainda arranjou espaço para atacar, nota 6 (Pará – segurou Cesar e garantiu a vitória, nota 6); Flávio – com um futebol objetivo construiu a história do placar com dois gols oportunos, nota 6,5 (Luizinho – jogou pouco, sem nota); William – firme na marcação, nota 5 (Alexandre – deu velocidade ao ataque, fez o último gol, nota 6); Emílio – cansou e prejudicou seus companheiros de criação, mas com dois gols compensou, nota 6; Bodinho – ficou devendo, nota 5; Manoel- não comprometeu, nota 4 (Alexandre cérebro – se entendeu com Pará, pouco exigido, nota 5)
Cenoura – Leonardo – evitou o pior, nota 6; Ricardinho – fez o que pode, nota 5; Robson – Lúcido, procurou o melhor posicionamento e arriscou algumas jogadas de efeito, nota 5 (Bobo – sem culpa, nota 5); Paulo Gaio – abaixo da média, marcou menos e perdeu gols, nota 5; Paulo Rabelo – abriu o placar mas não manteve o ritmo, nota 6; Fabinho – fora de forma cansou, nota 5,5 (Demberg – boa partida, nota 5,5); Tatao – cansou, nota 4,5; Tovar – não aguentou o ritmo, nota 5 (Cesar – sem ter com quem dialogar, tentou resolver com dois gols, mas não foi o suficiente, nota 6).

Comentários

comentários