Empate justo no GFMR: 6×6 – Willian deu trabalho –

O campo do Sítio Tropical no Rio da Prata – Lameirão -, em Campo Grande, na tarde da última sexta-feira (21-10), como de costume, foi palco da tradicional pelada do GFMR – Grupo de Futebol Manoel Ramalho-.

Em jogo bastante equilibrado as duas equipes encontraram dificuldades para executar suas propostas de jogo. A equipe Amarela tinha mais posse de bola, porém, não conseguia criar jogadas de gol. O ímpeto de Lico, Ricardinho e Willian era a esperança de gol, mas eles se movimentavam com lentidão. A equipe adversária que jogava com uniforme Cenoura, optou pelos contra ataques, que também não conseguia encaixar. Luizinho não encontrava Pará e Fabinho pouco inspirados. Com a abertura do placar, já na parte final do primeiro tempo, o jogo ficou aberto e o placar de 3×3 foi construído rapidamente, por falhas de marcação e não por jogadas criativas.

Chute de Tovar que Tatão não escorou
Chute de Tovar pra fora que Tatão não escorou
Marco Aurélio chutou de fora e marca o seu
Marco Aurélio chuta de fora e marca o seu

No segundo tempo as duas equipes sofreram muitas alterações e o jogo foi outro. Muita movimentação e espírito de luta resultou em mais três gols para cada lado, contudo, sem o brilho esperado. Emoções provocadas pela Boca Maldita – torcida formada por atletas substituídos e visitantes – e gols bonitos fizeram a diferença. Placar final 6×6.

Bobô escora de cabeça e observa seu gol
Bobô (esq.) escora de cabeça e observa seu gol
Luizinho tenta armar o jogo
Luizinho as voltas com a criação do jogo

 

Equipes e Notas:
Cenoura – Flávio Renan – jogou na base do improviso, nota 5 (Júnior – boa atuação – nota 6); Robson – teve trabalho com Lico e Willian, nota 5 (Bobô – fez um golaço de cabeça, nota 5,5); Pará – tentando voltar a forma, nota 5,5 (Emílio – idem, nota 5,5); Fabiano – garra e dedicação, nota 5,5; Tovar – muito esforço para acompanhar o ritmo e um gol como recompensa, nota 5,5 (Ligeirinho – muita correria e irreverência, pouco futebol nota 4); Luizinho – teve dificuldades para criar, nota 5,5 (Alexandre Maturana – construiu algumas boas jogadas e fez o seu, nota 6); Fabinho – quando se encontrou fez dois gols, nota 6,5 (Flávio – mal posicionado foi burocrático, nota 5,5); Tatão – se esforçou, nota 4,5 (Ueliton – muita movimentação, passou em branco, nota 5,5).
Amarela – Leonardo – boa atuação, nota 6; Demberg – conhece a posição, nota 5,5 (Alexandre cérebro – não comprometeu, nota 5); Lico – em excelente forma, caneta em Fabiano e passe pro gol de Bodinho, nota 6; Willian – muita força e participação, fez um gol de falta, nota 6 (Marco Aurélio- com disciplina e participação fez o seu, nota 5,5); Mel – aos poucos vai se adaptando, nota 4 (Paulo Gaio – muita luta, fez o seu gol, nota 5,5); Manuel – fez o que pode, nota 4 (Paulo Rabello – se movimentou bem, faltou o gol, nota 5; Bodinho – boa atuação e dois gols, nota 6, 5 (Yago – sozinho na criação, concluiu pouco, nota 6); Ricardinho – com uma participação segura fez o primeiro e o último gol da partida e garantiu o empate, nota 6,5.

Comentários

comentários