Delegados de Campo Grande procuram acusado de estupro

De acordo com o Delegado de Polícia Vinícius Miranda da 35ª Delegacia de Polícia – Campo Grande, neste domingo, 23 de outubro, os pais de dois adolescentes, de 12 e 13 anos, procuram a unidade e comunicaram que seus filhos haviam sofrido abusos sexuais, praticados por dois adultos.

Imediatamente a unidade iniciou um amplo trabalho de investigação e conseguiu identificar os dois autores: Alexandre Silva Baptista e Maurício Lucas Santos Silva.

O primeiro adolescente, vítima, relatou à Polícia Civil que no dia 13 de outubro foi levado à casa de Alexandre, pelo primo (também vítima), para jogarem videogame. Lá, Alexandre começou a assediá-lo e, em um determinado momento, começou a ameaçá-lo, dizendo que caso não cedesse à suas investidas, “acabaria com a sua família”. O adolescente, com medo, acabou cumprindo as ordens do autor e manteve relações sexuais com ele, sem utilização de preservativo. Segundo ele, sabia que o primo também mantinha relações com o autor, em troca de presentes. Além de Alexandre, a vítima disse ter mantido relações sexuais com outro homem, Maurício.

A segunda vítima, confirmou as informações do primo, e acrescentou que já presenciou o Alexandre mantendo relações sexuais com uma criança de dez anos.

Testemunhas foram ouvidas e relataram que causava certa estranheza a movimentação de crianças e adolescentes na casa de Alexandre. Ele era uma pessoa que morava sozinho.

Com base nas provas reunidas, o Delegado Vinícius representou pela decretação da prisão dos dois autores e pela expedição de mandado de busca e apreensão no Plantão Judiciário. O Ministério Público se manifestou favorável aos pedidos e o Juiz acatou, deferindo os mandados.

Na manhã desta segunda-feira, equipes da unidade, coordenada pelo Delegado Vinícius, foram à casa dos autores para realizar as diligências deferidas. Maurício foi preso pelos policiais e conduzido à delegacia.

Alexandre não foi localizado e está foragido. Na casa de Alexandre, a equipe da 35ª DP encontrou diversas mídias contendo jogos de videogame, além de DVDs infantis,que eram utilizados pelo criminoso para atrair crianças e adolescentes à sua casa, onde ele cometia os abusos.

A Polícia Civil divulga a fotografia de Alexandre e pede ao cidadão que tenha qualquer informação sobre a sua localização para entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823 e 2334-8835 ou através do chat https://cacpcerj.pcivil.rj.gov.br.

A denúncia também pode ser encaminhada ao Disque Denúncia 2253-1177. O Delegado de Polícia Marcelo Ambrosio, titular da 35ª DP, também orienta aos pais de eventuais vítimas (crianças e adolescentes) que procurem a unidade.

Comentários

comentários

Deixe um Comentário