MR

O Conselho Superior da Uezo, em assembleia no dia 21 de dezembro de 2016, deliberou pelo

repúdio ao governo estadual no que concerne a desvalorização dada aos funcionários da Uezo.

Como consequência, grandes prejuízos são trazidos à população da Zona Oeste, beneficiária

dos serviços prestados por esta Instituição. Funcionários e alunos recebendo salários ou bolsas

atrasadas e parcelamentos de salário, em decorrência de atitudes consideradas humilhantes e

desumanas, esvaziando o que resta da dignidade de cada trabalhador ou estudante presente

na Uezo, praticamente impossibilitando o cumprimento das principais missões institucionais.

Funcionários e alunos continuam seus caminhos, insistindo no cumprimento de suas metas,

embora repudiem, através deste Conselho Superior, a postura adotada pelo Estado.

Comentários

comentários

Deixe um Comentário