Parque Estadual da Pedra Branca recebe mutirão de Plantio

O Parque Estadual da Pedra Branca, administrado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), foi cenário, no domingo (22/1), do plantio de 350 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica em uma área situada próximo ao núcleo Piraquara da unidade de conservação, em Realengo, na Zona Oeste do Rio.

– A iniciativa tem como finalidade recuperar uma área da vertente norte do parque, situada em Realengo e que sofre com focos de incêndio que destroem a vegetação – disse Valdinê Cavalcante, parceiro da ação e membro do Conselho Consultivo do parque.

O plantio das mudas, que foram doadas pela Cedae, mobilizou moradores, visitantes e guarda parques do Parque da Pedra Branca. Entre as espécies da Mata Atlântica que foram destinadas ao plantio estão o guapuruvu, ipê roxo e aroeira.

– A atividade é fundamental, porque contribui para recuperar uma área que sofre com a degradação em função da seca e do desmatamento. Além disso, a restauração florestal melhora o clima da região, propiciando melhor qualidade de vida para os moradores – afirmou o gestor do Parque da Pedra Branca, Andrei Veiga.

O Parque da Pedra Branca fica na Zona Oeste do Rio e abrange partes de 17 bairros, entre eles: Vargem Grande, Vargem Pequena, Barra da Guaratiba, Campo Grande, Santíssimo, Senador Camará, Padre Miguel, Bangu, Realengo, Sulacap e Taquara. É considerada uma das maiores florestas urbanas do mundo, com 12,5 mil hectares de área.

Comentários

comentários

Deixe um Comentário