Pista de Skate em Campo Grande ganha força com a possibilidade olímpica

IMG_4673IMG_4682

A maior pista da América do Sul a época, e tradicional pista de skate do bairro Central, em Campo Grande, construída no governo do prefeito Marcos Tamoio, em 1978, as margens da avenida Rio do A, na altura do bairro São Claudio, passou por uma reforma em setembro passado e vive um novo momento: José Carlos Parmalat, Roberto Ho Ho e Wilson Rangel, ex-atletas e atuais instrutores do esporte, estão se preparando para criar um calendário de eventos para a pista e aproveitar o bom momento do esporte que acaba de ser indicado para se transformar num esporte olímpico.

Enquanto não chegam às atividades, crianças e adolescentes participam de uma escolinha informal mantida pelos instrutores, sem custos, e dão os primeiros passos rumo a Tóquio.
“Somos os maiores influenciadores desses jovens e crianças que chegam para se iniciarem no esporte. O desafio e educá-los para o esporte e conscientiza-los da importância de usarem os equipamentos de proteção – Joelheiras, capacetes, cotoveleiras – ” disse o instrutor José Carlos Brum (Parmalat ), dono do record de velocidade da pista que hoje e de trinta km por hora, mas era de 60 km por hora, antes da reforma.

IMG_4667IMG_4703
“A transformação da pista de alta performance (vertical) numa pista mista (strict – baixa velocidade com obstáculos) favoreceu a iniciação de atletas em detrimento da formação de atletas de alto rendimento”, lamentou Parmalat.

IMG_4707
Roberto Ho Ho (esq.) está mantendo contato com o político Romualdo Boaventura (dir.) que orientará a elaboração de um projeto de revitalização do equipamento esportivo.
“Junto com o vereador Carlos Caiado estou planejando melhorias para a infraestrutura local e para a escolinha”, disse Romualdo Boaventura em conversa com Roberto Ho Ho na Pista de Skate.

Comentários

comentários