Promovidos da base esperam brilhar no profissional do Bangu

Treinando desde a última semana para o Campeonato Brasileiro da Série D, o Bangu vem mesclando a experiência com juventude. No elenco do técnico Roberto Fernandes, quatro atletas foram promovidos do time Sub-20: Rodrigo, João Marcello, Luiz Cláudio e Arthur .

Brilhar no elenco principal, é claro, o principal foco dos jovens jogadores, que variavam os treinos entre a equipe principal e de base há algum tempo. “Desde que subi para a Copa Rio, sempre me senti como parte do elenco. Apesar de ter realizado apenas uma partida no profissional (na vitória sobre o Volta Redonda por 1 a 0), sempre descia para o Sub-20 e me empenhava ao máximo. Creio que, a partir de agora, começarei a ter mais oportunidades e vou buscar uma sequência”, afirmou Rodrigo, que está no clube há três anos e meio.

O jogador completou: “Este tempo que estou aqui, aprendi a gosta e me identifiquei. O Bangu é um clube de muita tradição, respeito e passei a ter um carinho muito grande. Não posso jogar apenas achando que este clube é um trampolim, mas sabendo que há muita coisa maior envolvida”, destacou o defensor.

Chegar ao profissional é o primeiro grande objetivo traçado pelos jovens atletas. Obviamente, com o volante Arthur não é diferente. Aos 21 anos, ele apontou a seriedade no trabalho realizado para o novo momento em sua carreira. “O meu objetivo sempre foi compor o elenco principal. Se cheguei até aqui, foi porque trabalhei e tive muito empenho na base. E, no profissional, isso não faltará. Sempre tive determinação, o que é essencial na vida de qualquer pessoa”, afirmou.

Companheiro de posição de Arthur, Luiz Cládio é outro que engrossa a lista dos que saíram da base e compõem atualmente o elenco principal do Alvirrubro da Zona Oeste.

Capitão durante a temporada passada, o volante teve uma breve passagem pelo Vitória-PE e vem treinando diariamente sob o comando de Roberto Fernandes. “É muito gratificante poder treinar com o profissional do Bangu, clube que me abriu as portas há alguns anos. Tive uma boa passagem pela base e espero dar continuidade no meu trabalho. Quero agarrar esta oportunidade, que que sempre foi meu alvo”, salientou Luiz Cláudio.

Mais novo entre os promovidos, o lateral-direito João Marcello, de 20 anos, falou sobre algumas diferenças entre as categorias. Por outro lado, ele se mostrou bem tranquilo enquanto a pressão, principalmente por já conhecer os banguenses. “O ritmo no profissional é mais intenso, o que exige ainda mais empenho e dedicação. Pelo fato de defender o Bangu nas categorias de base, já conheço bem os atalhos do campo de Moça Bonita e a torcida, que torce ferrenhamente em qualquer categoria. Espero corresponder à altura”, comentou o lateral.

Com Rodrigo, Arthur, Luiz Cláudio e João Marcello, o Bangu chega a sete atletas que saíram da base para o elenco principal. André Regly, Romário e Mauro Silva, goleiros e meio-campista, respectivamente, fecham a lista.

Comentários

comentários