Superintendência de Santa Cruz realiza primeira ação integrada de ordenamento e conservação

A Superintendência Regional de Santa Cruz realizou, nesta terça-feira (06/06), uma operação integrada de ordenamento na Praça do Gado e em seu entorno. A ação foi parte de uma série de atividades que irão compor o programa #SantaCruzMelhor. A iniciativa tem como objetivo promover, em parceria com os outros órgãos, o bem-estar social, a estruturação paisagística e a valorização do bairro, garantindo mais conforto e segurança aos moradores.

Na operação, foram realizados serviços de poda de árvores, cortes de galhos secos, capina, remoção de entulhos, limpeza das vias e postes, remoção de propaganda irregular, troca de lâmpadas , manutenção dos postes de luz, troca e implantação de placas de sinalização e tapa buraco realizada em toda a extensão da Avenida Padre Decaminada. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos fez a abordagem e o acolhimento dos moradores em situação de rua que ocupavam o local.

– A Praça do Gado é uma referência no bairro de Santa Cruz. Porém, não é o único local que necessita de uma atenção. O programa #SantaCruzMelhor é uma iniciativa criada para atuar não somente nos locais centrais mas também dentro dos sub-bairros da região. Por isso, vamos manter a assiduidade do trabalho trazendo melhorias para toda região – disse o superintentente Ulisses Moura.

O sucesso da operação se deu não somente pela intervenção direta do mutirão, mas também por despertar nos transeuntes uma sensação de bem-estar visual. Este foi o caso do senhor Pedro Paulo, que está à frente da associação de moradores do Conjunto João XXIII, onde reside:

– Estou muito feliz com o comprometimento da prefeitura em atuar em um trecho que estava abandonado há anos. Isso é muito importante para todos nós, que amamos o bairro de Santa Cruz. Isso fortalece o nosso pensamento de que não estamos esquecidos aqui.

A ação contou também com o apoio da Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente (Seconserma), Comlurb, Guarda Municipal, CET-Rio e Fundação Rioluz.

Comentários

comentários