Procon autua lojas de materiais de construção na Zona Oeste

O Procon Estadual realizou nesta segunda-feira (19/06) a Operação Mãos à Obra, que teve o objetivo de fiscalizar estabelecimentos comerciais de material de construção. Os fiscais vistoriaram cinco estabelecimentos na Zoa Oeste do Rio. Todos foram autuados.

Na Chatuba, localizada na Estrada dos Bandeirantes, 1.430, na Taquara, – a loja também possui lojas em Realengo e Santa Cruz – os fiscais constataram que os cartazes de preço dos produtos expostos à venda na loja induziam o consumidor em erro. O tamanho do valor da parcela era superior ao tamanho do preço total à vista, contrariando o que determina a Lei 6419/2013.

Outro estabelecimento que cometeu essa infração foi a loja Martelão, localizada na Rua Engenheiro Souza Filho, 1.000, no Itanhangá. Além disso, estabelecimento foi autuado pela ausência de preço em alguns produtos e por não ter apresentado o certificado do Corpo de Bombeiros. Já a loja ao lado, a Fluzão Construção, não exibia preço em alguns produtos, não possuía Livro de Reclamações nem certificado do Corpo de Bombeiros.

Já na Serralar, na Estrada da Soca, 420, os fiscais flagraram a ausência de preço em alguns produtos expostos à venda. Na Sepa, localizada no número 509 da mesma estrada, além da ausência de preço em alguns produtos, não havia Livro de Reclamações, alvará de funcionamento e nem o certificado do Corpo de Bombeiros.

Os fiscais deram o prazo de 15 dias para as lojas apresentarem no Procon os documentos ausentes no ato da fiscalização. Caso o contrário serão interditadas.

Comentários

comentários