Alunos da Pedra de Guaratiba recebem certificados do Crea

Alunos que concluíram o Ensino Médio integrado ao curso Técnico em Telecomunicações no Colégio Estadual Hebe Camargo, em Pedra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro, receberam certificados do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea/RJ). No total, 128 estudantes garantiram o documento.

– O que poderia demorar um bom tempo para conseguir, os alunos desta escola já garantiram. Vale lembrar que a proposta de reforma do Ensino Médio do Governo Federal, de certo modo, já está sendo adotada com sucesso nesta escola, aliando a capacitação técnica ao Ensino Médio regular. É uma grande oportunidade aos jovens. Por isso, é importante valorizar essa conquista e buscar cada vez mais – ressalto o secretário de Educação, Wagner Victer.

O Colégio Hebe Camargo oferece o curso Técnico em Telecomunicações, e o Crea é responsável pela regulamentação e fiscalização das empresas e profissionais desta área. Os estudantes que terminaram os estudos na unidade e os futuros concluintes não precisarão correr atrás dos certificados, facilitando, assim, o processo de contratação e encaminhamento ao mercado de trabalho.

O certificado do Crea reconhece que o curso Técnico desta escola é ofertado por uma equipe técnica habilitada, com respeito ao meio ambiente, à ética profissional e aos padrões de qualidade exigidos. Além disso, os profissionais desta área de tecnologia que possuem o registro têm comprovado, por meio de uma organização fiscalizadora, que adquiriram os conhecimentos técnicos necessários para a formação.

Diferencial

 

Beatriz da Silva Gomes, de 19 anos, uma das jovens que recebeu o documento, conseguiu um emprego na área na qual se formou quando ainda estava terminando o Ensino Médio, em 2016. Há um ano trabalhando em uma empresa de Telecomunicações, ela garantiu que o certificado do Crea será o diferencial no mercado de trabalho.

– É uma grande conquista, pois conta muito ter esse documento em nosso currículo profissional. Conseguir esse certificado está sendo como me formar de novo – disse Beatriz.

A aluna Lorena Gomes de Freitas, de 18 anos, que faz graduação em Redes de Computadores, pretende seguir carreira na área de Telecomunicações ou de Tecnologia. Para ela, o certificado será essencial em sua trajetória profissional.

– Além da minha experiência, ter o certificado será algo a mais no meu currículo e que vai ajudar a minha carreira – disse a estudante.

A unidade

A Escola Hebe Camargo foi inaugurada em 2014 e formou as primeiras turmas no fim de 2016. Diversos alunos da unidade já estão trabalhando em grandes empresas. A unidade de ensino é fruto do convênio da Secretaria de Educação com a Fundação Xuxa Meneghel, Intel e o Instituto NET Claro Embratel.

Comentários

comentários