Campo Grande se destaca como opção imobiliária

De acordo com opiniões de autoridades e agentes do mercado imobiliário da cidade do Rio de Janeiro e confirmado por operadores da região, Campo Grande é o “Bairro Cidade (Lei Estadual nº 1.627 de 14.06.1968) que mais aproveitou a onda de crescimento iniciada no período que antecedeu os Jogos Pan-americanos, passou pela Copa do Mundo, perdurou até as Olimpíadas 2016 e ainda não terminou.  “Apesar do grande número de construções e da crise econômica por que passa o país, ainda é difícil comprar um imóvel no local, afirma o titular da Sampaio Imóveis.

As características geográficas, a grande oferta de terrenos e os investimentos públicos realizados, apesar da insistente falta de infra-estrutura de serviços locais, justificam a demanda aquecida.

Situado na “zona oeste” que é, hoje, a maior responsável pelo crescimento do setor imobiliário carioca, formado por sub-bairros em pleno desenvolvimento, Campo grande tem um dos maiores índices de crescimento populacional do município.

A procura por imóveis aumentou consideravelmente desde 2009 e o índice de preços registrou uma valorização de quase 30% ao ano no período, impulsionado pela construção do Túnel Vice-Presidente da República José Alencar (Túnel da Grota Funda) e pelo corredor rodoviário operado por BRTs (Bus Rapid Transport) que diminuiu o tempo de viagem pela metade entre Campo Grande e Barra da Tijuca.

Comentários

comentários