Vereador Rocal vai relatar a CPI do Transporte Público

A Câmara do Rio instalou, nesta terça-feira (15), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o processo licitatório de 2010, que gerou a concessão de transporte público no município do Rio de Janeiro. Na reunião, os vereadores Alexandre Isquierdo (DEM) e Professor Rogério Rocal (PTB) foram eleitos presidente e relator da Comissão, respectivamente.

Os demais membros titulares são: Dr. Jairinho (PMDB), Eliseu Kessler (PSD) e Tarcísio Motta (PSOL), que assumiu a titularidade por causa da suspensão judicial do mandato de Dr. Gilberto (PMN). O vereador Felipe Michel (PSDB) será suplente da CPI.

O presidente Alexandre Isquierdo afirmou que a CPI vai se debruçar, ao longo dos 120 dias, em questões como o rejuste das tarifas e o Riocard. “Teremos um trabalho árduo pela frente. Precisamos dar uma resposta à sociedade carioca, pois ela nos cobra isso”, declarou. O relator Professor Rogério Rocal também ressaltou a necessidade de um trabalho conjunto dos membros da CPI, sempre em prol da população do município do Rio de Janeiro.

Na ocasião, o vereador Tarcísio Motta apresentou um plano de trabalho para investigar a relação entre as empresas de ônibus e o Poder Público, com sugestões de nomes a serem convocados para a CPI.

A próxima reunião foi convocada para a próxima terça-feira (22), às 13h30.

Comentários

comentários