Muito líquido para proteger a voz no frio

Frio pede muita hidratação. Problemas de voz associados a infecções das vias respiratórias são comuns nesta época do ano, onde existe pouca umidade do ar. Mas o principal método preventivo é a ingestão de líquidos. A sensação de sede diminui, mas ingestão de líquido é importante para prevenir doenças. O chá é uma das saídas para hidratar o organismo, assim como as frutas.

O inverno faz cair não só a temperatura, como o consumo de água. Entretanto, advertem o otorrino Cláudio Coelho: a sensação de sede diminui, mas a importância do líquido para o organismo não. O consumo de cerca de dois litros nesses dias mais frios é importante para evitar problemas de infecções nas vias respiratórias, em especial viroses, gripe e resfriado. Tais vírus têm efeito direto na laringe e nas cordas vocais. Além disso, interferem no nariz, provocando o seu mau funcionamento, que, por sua vez prejudica a laringe, que é um órgão dependente da função nasal. O nariz tem a função de reter a poeira, aquecer e umedecer o ar. Se o nariz não funcionar bem, o ar, que entra pela boca, estará frio, seco e com uma quantidade maior de poluente. Isso tende a provocar ou agravar problemas de laringe.

O aparecimento da rouquidão durante uma virose é mais comum, uma vez que o vírus provoca irritação no local, agredindo o nariz e as cordas vocais, alterando o padrão de voz. Para diminuir esse risco, o médico e professor recomenda a hidratação permanente. É fundamental ingerir líquidos em intervalos curtos de tempo. E esse o principal método para combater problemas de voz, tanto no frio quanto no calor, pois a laringe depende de umidade para funcionar.

A rouquidão é comum também em pessoas que apresentam problemas respiratórios, principalmente de origem alérgica. As chances são maiores quando o tratamento prescrito pelo médico não é seguido, tornando os alérgicos muito mais vulneráveis. As pessoas devem se previnir contra a gripe, por meio de vacina. Embora esse cuidado não elimine todas as possibilidades de haver um episódio gripal em função da multiplicidade do vírus, é um método comprovado.

Outro fator que pode prejudicar a voz é o consumo de bebida alcoólica, não só no frio, mas em qualquer época do ano, pois o álcool tem efeito anestésico nas cordas vocais. Quando a pessoa está bebendo se sente melhor por causa desse efeito e tende a forçar mais a voz, querendo às vezes competir com o ruído do ambiente, que geralmente é alto.

O cigarro é o pior agente agressor para a laringe. Ele causa problemas inflamatórios, bem como doenças mais graves como o câncer de laringe, que é quase exclusivo do fumante – 95% dos tumores de corda vocal, laringe, língua e boca são relacionadas ao cigarro.

A rouquidão por mais de dez dias deve funcionar como um alerta de alguma coisa diferente está acontecendo. Associada à gripe com curta duração, uma semana, é um quadro que espera resolução espontânea, passando disso, também deve ser entendido como um sinal de alerta. No fumante, qualquer rouquidão que dure mais de quatro dias é recomendável procurar atendimento médico, de preferência com um especialista.

Leia mais: http://www.clinicaclaudiocoelho.com/news/muito-liquido-para-proteger-a-voz-no-frio/

Comentários

comentários