Sociedade campograndense pede discussão ampla do desenvolvimento local

As reuniões realizadas pelo delegado do CRECI em Campo Grande, Adenil Costa, e a equipe técnica do município, com o objetivo de atualizar a legislação que trata do desenvolvimento urbano da Zona Oeste (PEU – Projeto de Estruturação Urbana, Código de Obras e Edificações, ocupação do solo, licenciamento e fiscalização, entre outras) em suas diversas esferas, tem confundido parte da sociedade organizada que não está participando da discussão.

Mesmo o assunto sendo técnico, a opinião pública diz que a visão dos usuários do sistema que vivem o dia a dia urbano, dá a eles  a competência necessária para participar das reuniões e contribuir de forma ampla, trazendo influências de todos os setores da sociedade e permitindo que todos sejam contemplados. “A Zona Oeste representa quase 50% do território da cidade e abriga parcela considerável da população com toda a sua diversidade natural; a oportunidade é impar deve ser bem aproveitada”, analisaram.

Comentários

comentários