Movimento Supera Rio – Uezo criou movimento suprapartidário


Aconteceu na segunda feira (25), no Auditório da UEZO, mais uma ação do Movimento Supera Rio – Versão UEZO, criado pelo deputado estadual Wanderson Nogueira.

A Reitora da UEZO Maria Cristina de Assis abriu os trabalhos cumprimentando às autoridades presentes, dando boas vindas a plateia e fazendo um histórico da Uezo, onde mostrou o seu potencial, descreveu seus cursos e criticou a lei que criou a Uezo. Wanderson Nogueira iniciou os trabalhos destacando a importância da UEZO e formando a mesa com 11 deputados estaduais, 3 federais e 1 senador – Eliomar Coelho, Marcelo Freixo, Gilberto Palmares, Flávio Serafini, Laura Carneiro, Paulo Ramos, Lindbergh Farias, Alessandro Molon, Jandira Feghali, Jorge Felippe Neto, Osório, Dr.Julianelli, Waldeck Carneiro e Glauber Braga-.

Na pauta a situação da Uezo que convive com a falta de condições básicas de funcionamento e corre o risco de fechar as portas. Presente ao evento o deputado estadual Flávio Serafini, membro da Comissão de Educação da Alerj, propôs a criação de um movimento suprapartidário para viabilizar a construção do campus e reformar a lei que criou a UEZO.

A bancada de parlamentares federais acenou com a possibilidade de criar emendas de bancada e individuais, que garantam verbas no orçamento 2018 para a UEZO. “São 49 deputados na bancada federal do Estado do Rio, se cada um contribuir com uma emenda de 1 milhão de reais já resolve parcialmente o problema. A bancada estadual pode incluir a UEZO nos seus discursos na Alerj, podendo ainda obstruir a pauta de votação até que o problema seja resolvido. E uma forma de pressionar aqueles que não se preocupam com a UEZO”, discursou o deputado Waldeck Carneiro, apoiado pelo deputado federal Glauber Braga que planejou se reunir com a UEZO para definir prioridades; a deputada federal Jandira Feghali também se comprometeu em apoiar as emendas de bancada reservando recursos para as três instituições de ensino superior do estado – UEZO, UERJ e Uenfe-. “Evoquem a lei da calamidade pública, e o caminho mais curto”, sugeriu a deputada; o senador Lindbergh Farias considerou a reunião de trabalho, e prometeu apresentar emenda ao orçamento do próximo ano para a Uezo. “Proporei mais: criar uma rubrica no orçamento que represente recursos para as três universidades do Rio de Janeiro”, finalizou.

Deputado Dr. Juanelli

Para quem não está entendendo bem a vinda dos parlamentares a UEZO, o deputado estadual Dr. Julianelli deu a dica: ” Na semana que vem vamos discutir essa questão em Audiência Pública e vocês têm que que estar lá para pressionar e conferir de perto quem só tem discurso e quem de fato é a favor da UEZO”, desafiou. Ainda na linha da verdade e da transparência o deputado Eliomar Coelho reconheceu que qualquer um deputado pode emendar a lei que criou a UEZO mas impede a sua consolidação, e estranhou a demora e a falta de objetividade da Alerj. ” Corrigir a lei qualquer um aqui pode, e o que temos que fazer agora”, decretou Eliomar. Aparentemente satisfeito com a apresentação da Lei do duodécimo, o deputado Jorge Fellippe Neto após “animar o auditório”, deixou a reunião antes do fim; o deputado estadual Gilberto Palmares orientou o foco na lei do duodécimo e apoiou a criação da frente suprapartidária para viabilizar a UEZO. “O caminho mais curto e a emenda do duodécimo, mas temos também a opção do financiamento para sanear as finanças”, lembrou a deputada Laura Carneiro. O deputado estadual Osorio disse que a bancada do PSDB vota a favor do duodécimo. “Vamos apoiar todas as propostas apresentadas, mas faltou um detalhe: “A prefeitura e omissa na questão da uezo”, cutucou Osorio.

Participaram do evento a sociedade organizada – Rotary Campo Grande (presidenta Maria Penha Raik Gramático), Associação das Empresas do Distrito Industrial de Santa Cruz (presidente Pedro Matos), Câmara Comunitária de Campo Grande (presidente Luiz Carlos Dentinho), Conselho Regional de Saúde (presidente Ludugerio Silva), lideranças comunitárias, discentes, docentes e funcionários da instituição de ensino.

Faltaram ao evento os parlamentares deputada Lucinha, deputado Coronel Jairo e o deputado federal Luiz Carlos Ramos.

Comentários

comentários