Prefeitura lança o Programa Saúde Presente que começará por Santa Cruz

 

– O Programa Saúde Presente reestruturará a saúde do Rio de Janeiro, dividindo e a cidade em dez áreas e prevendo a cobertura completa de saúde em cada uma delas-

O Programa Saúde Presente reestruturará a saúde do Rio de Janeiro, dividindo e a cidade em dez áreas e prevendo a cobertura completa de saúde em cada uma delas. O projeto começará pela Área de Planejamento 5.3, que engloba os bairros de Santa Cruz, Sepetiba e Paciência. O Saúde Presente marca o início de uma nova fase para o atendimento de saúde do carioca. Com ele, a população passa a contar com um sistema integrado e personalizado de assistência onde cada pessoa terá um médico que a acompanhará e, quando necessário, fará os encaminhamentos para outras especialidades, unidades ou para realização de exames. Essa rede contará ainda com agentes de Vigilância em Saúde e agentes de Defesa Civil que atuarão juntos às equipes de Saúde da Família. Também haverá um sistema de telemedicina para apoio diagnóstico e encaminhamento de casos. Para tanto, serão investidos cerca de R$ 140 milhões entre recursos municipais e federais. As ações serão implantadas até março de 2010.

O Saúde Presente permitirá que toda a população da região tenha cobertura de Saúde da Família, novas unidades de saúde serão construídas e as já existentes passarão por reformas. O horário de funcionamento das unidades será ampliado. Com o Saúde da Família, será possível melhorar os indicadores de mortalidade materno-infantil e a qualidade de vida da população da região, além de reduzir custos hospitalares, na medida em que aumentará a medicina preventiva reduzindo internações, consultas e exames. Para isso, mais de dois mil profissionais atuarão na região.

Clinicas da Família/Saúde da Família – A região terá ao todo 119 equipes de saúde da família (atualmente são 35), em 26 clínicas da família para atender os 380 mil moradores da região. Ao todo, serão mais de dois mil profissionais de saúde para o atendimento na 5.3.

Dessa forma, os pacientes com problemas crônicos como hipertensão e diabetes serão acompanhados pelo seu médico e encaminhados para consultas ambulatoriais na policlínica. Isso diminuirá a evolução de doenças mais graves que, quando não tratadas adequadamente, podem resultar em infartos, acidentes vasculares cerebrais, insuficiências renais, entre outras.

Saúde Bucal – No total, 57 equipes de saúde bucal comporão o sistema (atualmente são 19), integrando o Saúde da Família.

Agentes de Defesa Civil – Haverá núcleos comunitários de Defesa Civil, formando multiplicadores dentro da região. Com isso, será possível atuar de forma preventiva em situações de vulnerabilidade. Cada três equipes de Saúde da Família terá um agente, que atuará com a comunidade. O município do Rio de Janeiro será pioneiro nesse tipo de ação.

Agentes de Vigilância em Saúde – Atuará junto com a equipe de Saúde da Família, fazendo o trabalho de prevenção e combate à dengue, além de outras doenças. O agente desenvolverá suas atividades em uma região específica, atuando de forma permanente e interagindo com a população do local.

Policlínica – A Policlínica Lincoln de Freitas será a unidade de referência para atendimentos ambulatoriais especializados. Uma equipe multiprofissional realizará consultas especializadas, procedimentos e exames.

Unidades de Pronto-atendimento 24 horas (UPA) – A região contará com duas unidades de Pronto-atendimento para prestar o atendimento de emergência na região. Uma delas, já existente na comunidade do Cesarão, e a outra, em fase de estudos, deverá ser implantada na Av. Brasil, na altura de Santa Cruz.
CAPSad e CAPSi – Centros de Atenção Psicossocial – Unidades especializadas em saúde mental para recuperação e reinserção social de pacientes internados ou com transtornos graves. Também oferece Serviço especializado para o atendimento infanto-juvenil (CAPsi) e no cuidado de usuários/adictos em álcool e drogas (CAPad). A região conta hoje com um Caps e ganhará mais 3, um infantil, um para usuários de álcool e drogas e um com funcionamento 24 horas, que será o primeiro na cidade.

Telemedicina – Será criada uma central que contará com equipes treinadas que darão apoio de diagnóstico, tratamento e encaminhamento em áreas como cardiologia, ginecologia, pediatria, neurologia, entre outras. A central ainda promoverá capacitação permanente às equipes.

Farmácia Presente – Será construída uma farmácia municipal na região para distribuição de medicamentos da relação municipal.

 

 

Comentários

comentários