Milicianos são presos em Campo Grande

Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (DH-CAPITAL) prenderam em flagrante, no início da noite do dia 01/12/2017), em Campo Grande, CARLOS EDUARDO DA CONCEIÇÃO ESTRELA,28 anos, e LEON LEVI DE ALMEIDA TEIXEIRA, 27 anos.

Os Delegados Fábio Salvadoretti e André Timoni informaram que os acusados foram presos através de ações que tem como objetivo apurar homicídios e reprimir/combater grupo criminoso miliciano atuante na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro.

CARLOS EDUARDO e LEON LEVI foram indiciados e presos em flagrante, quando estavam em um veículo VW – Polo, no início da noite do dia (01/12/2017), em Campo Grande, na prática de ações típicas de milícia privada, bem como CARLOS EDUARDO portando uma arma de fogo de uso restrito municiada.

Foram apreendidos, além de uma pistola calibre .380 municiada com numeração de série raspada, grande soma de dinheiro em espécie, elásticos, caderno de anotações, talão de recibos e 3 telefones celulares.

Disseram, ainda, que foi possível evidenciar que os dois presos realizavam, às sextas e aos sábados, cobranças compulsórias de comerciantes no bairro de Campo Grande, bem como que o líder do grupo miliciano atuante em Campo Grande é WELLINGTON DA SILVA BRAGA, conhecido como “ECKO” ou “DIDI” (irmão do miliciano CARLINHOS TRÊS PONTES morto em abril de 2017 em uma operação da PCERJ), que esta foragido em razão de mandados de prisão obtidos em investigações da DH Capital por crimes de homicídio e organização criminosa.

Comentários

comentários