Unidos do Jardim Bangu salva o carnaval da Zona Oeste

Os números do carnaval 2018 das escolas de samba e blocos de enredo da Zona Oeste não trouxeram muitas novidades. Apenas o GRES Corações Unidos do Jardim Bangu conseguiu subir de categoria.

No Grupo Especial o GRES Mocidade Independente de Padre Miguel não sustentou a recuperação iniciada no ano passado quando foi campeã ao lado da Portela e amargou um modesto quinto lugar; no Grupo A o GRES Unidos de Padre Miguel foi mais uma vez injustiçada com o mesmo segundo lugar do ano passado, adiando para 2019 sua chegada ao Grupo Especial, há muito merecida e esperada. O GRES Unidos de Bangu fez um péssimo desfile e por pouco não foi rebaixada para o Grupo B que não tem representante da Zona Oeste. O GRES Acadêmicos de Santa Cruz foi a décima colocada e também correu risco de rebaixamento; pelo Grupo C o GRES Sereno de Campo Grande e o GRES Unidos da Vila Kennedy ficaram em sexto e sétimo lugar, respectivamente, e ganharam para o ano que vem a companhia do GRES Corações Unidos do Jardim Bangu, terceiro colocado no Grupo D, onde o GRES Unidos de Cosmos também desfilou mal, correndo risco de rebaixamento; no Grupo E o GRES União de Campo Grande fez um bom desfile que lhe rendeu o sexto lugar e a permanência no Grupo.
Na categoria Blocos de enredo o GRBC União da Ponte, de Campo Grande, desfilou pelo Grupo I e ficou em sexto lugar, seguido pelo GRBC Grilo de Bangu; pelo Grupo II o GRBC Mocidade de Manguariba se classificou em sétimo lugar, seguido do GRBC Amizade da Água Branca de Realengo.

 

Comentários

comentários