Pista de skate da Guilherme foi reformada

Os amantes de esportes radicais da Zona Oeste festejaram a reforma do Skate Park de Padre Miguel, localizado na praça em frente a estação ferroviária de Guilherme da Silveira. A pista ficou lotada de jovens mostrando que entendem bem quando o assunto é manobra radical. A reforma foi realizada pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje), e a iniciativa faz parte da contrapartida social do Skate Total Urbe (Oi STU Open), considerado o maior campeonato mundial do esporte na América Latina. A pista criada em 2010 passa pela segunda reforma.
Apaixonado pelo esporte, Patrick Klen vê na pista a oportunidade de treinar e se dedicar mais na modalidade.

– Hoje eu moro na Taquara, mas já morei aqui perto e andei de skate antes da reforma, mas não gostei muito. Agora não tenho nada a declarar, ela está perfeita. Pretendo vir sempre que possível e treinar bastante para realizar meu sonho de ser campeão mundial de skate – afirmou o jovem de apenas 13 anos.

Outro que participou da reinauguração foi Ricardo Marques,16, que voltou a praticar o esporte por conta da reforma da pista.

– Eu comecei a andar de skate por conta dos meus amigos, mas parei há uns dois anos. Agora voltei por conta da reforma e por ser perto de casa. Já fui em outras pistas, mas essa aqui ficou super legal, é muito profissional. Quero chamar todos os meus conhecidos para virem comigo- declarou o morador de Realengo, Zona Oeste.

Mudanças desde 2016

A Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude está investindo na modalidade e, só no ano em que o skate foi instaurado oficialmente no programa esportivo do Comitê Olímpico Internacional (COI), foram entregues três novas pistas à população do Rio de Janeiro – duas na capital, em Manguinhos e Campo Grande, nas Zonas Norte e Oeste, respectivamente, e em São João da Barra, no Norte Fluminense. A ação é via contrapartida social da edição 2016 dos Jogos Cariocas de Verão, viabilizados também por intermédio da Lei de Incentivo ao Esporte.
Com a reforma a pista ganhou dois estilos – street e banks. Diferente do bowl, que tem o fundo mais raso e as bordas não fazem 90 graus com o solo, o banks tem altura, em geral, de até 2,50 metros. Street, Vertical, Mini-ramp, Longboard e Downhill são alguns dos perfis de manobras que a pista poderá receber. De acordo com a Rio Ramp Design, empresa especializada na construção e reforma de pistas de skate e responsável pela obra de Padre Miguel, a prioridade foi a recuperação de todo o banks.
Cleber Melo de Barros, skatista master na modalidade street, acredita que o número de frequentadores na pista em Padre Miguel deve aumentar. Em média, entre 30 e 50 skatistas procuram o local para a prática do esporte por dia. Com a revitalização, a expectativa é que suba para 80, segundo ele, que é empresário e tem uma loja de skate em frente à praça.
– O skate se tornou minha filosofia de vida há 23 anos. Eu e outros skatistas locais sempre zelamos pela preservação, limpeza e manutenção da pista e também da Praça Guilherme da Silveira. Esta reforma significa qualidade de vida – comemorou Cleber, de 39 anos.

Comentários

comentários