Willian Coelho intercede pelo Distrito Industrial de Santa Cruz na Câmara

O vereador peemedebista Willian Coelho, da tribuna da Câmara, disse estar estarrecido com a qualidade da pavimentação das ruas no entorno da Zona Industrial de Santa Cruz. De acordo com o parlamentar, alguns investidores da Alemanha e dos Estados Unidos em visita ao distrito industrial, disseram: “Nenhum país de terceiro mundo tem uma zona industrial com um acesso tão ruim como o que estamos vendo aqui hoje”.
“Vou pedir providências a Secretaria Municipal de Conservação e ao Prefeito Marcelo Crivella”, disse o vereador, lembrando que o Distrito Industrial de Santa Cruz gera hoje para o município e para o estado cerca de R$ 200 milhões; que várias empresas deixam de ir para a região pela ausência do poder púbico, e que a reunião com o Secretário de Conservação e o representante da Associação do Distrito Industrial não surtiu efeito.
“Quero mostrar a importância daquela zona industrial para o desenvolvimento econômico e social da região. São mais de 25 mil funcionários afetados pela péssima qualidade da mobilidade urbana e da pavimentação de todo o entorno.
Quero deixar essa reivindicação da Aedin e fazer um apelo ao Poder Público, ao Prefeito Marcelo Crivella, para que marque uma reunião com os presidentes das empresas para que se chegue a um acordo e que se possa ter ali o recapeamento de asfáltico da região.
Deixo aqui, portanto, meu apelo para que a Prefeitura tenha a sensibilidade de entender o quanto aquela zona industrial é importante para a cidade e é importante para aquela região no desenvolvimento econômico, social e na geração de empregos”, concluiu.

O vereador peemedebista Willian Coelho, da tribuna da Câmara, disse estar estarrecido com a qualidade da pavimentação das ruas no entorno da Zona Industrial de Santa Cruz. De acordo com o parlamentar, alguns investidores da Alemanha e dos Estados Unidos em visita ao distrito industrial, disseram: “Nenhum país de terceiro mundo tem uma zona industrial com um acesso tão ruim como o que estamos vendo aqui hoje”.
“Vou pedir providências a Secretaria Municipal de Conservação e ao Prefeito Marcelo Crivella”, disse o vereador, lembrando que o Distrito Industrial de Santa Cruz gera hoje para o município e para o estado cerca de R$ 200 milhões; que várias empresas deixam de ir para a região pela ausência do poder púbico, e que a reunião com o Secretário de Conservação e o representante da Associação do Distrito Industrial não surtiu efeito.
“Quero mostrar a importância daquela zona industrial para o desenvolvimento econômico e social da região. São mais de 25 mil funcionários afetados pela péssima qualidade da mobilidade urbana e da pavimentação de todo o entorno.
Quero deixar essa reivindicação da Aedin e fazer um apelo ao Poder Público, ao Prefeito Marcelo Crivella, para que marque uma reunião com os presidentes das empresas para que se chegue a um acordo e que se possa ter ali o recapeamento de asfáltico da região.
Deixo aqui, portanto, meu apelo para que a Prefeitura tenha a sensibilidade de entender o quanto aquela zona industrial é importante para a cidade e é importante para aquela região no desenvolvimento econômico, social e na geração de empregos”, concluiu.

Comentários

comentários